Deic de São José dos Campos assume investigações de tentativa de homicídio relatada por Senna

Foto: Rogério Marques/OVALE

A Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) de São José dos Campos assumiu nesta segunda-feira (26) as investigações da tentativa de homicídio relatada pelo candidato Anderson Senna, no sábado (24) em Jacareí. 

Até então, o caso estava sob o comando da Delegacia Seccional de Jacareí, tendo em vista a cidade em que a ocorrência se deu. Por ordem superior, foi transferido. Segundo o Deinter, o Deic tem competência para apurar crimes de autoria desconhecida de todo o Vale. Os policiais de Jacareí devem continuar colaborando no caso.

Segundo o boletim de ocorrência, o caso foi por volta das 19h de sábado, quando o candidato deixava a casa de amigos na Estrada do Varadouro e teve o carro emparelhado por uma motocicleta ocupada por duas pessoas desconhecidas, que teriam disparado em sua direção.

O candidato do PSL não ficou ferido e os disparos somente teriam atingido o veículo, segundo ele. Depois do ataque, os criminosos teriam deixado o local. Senna acionou a Polícia Militar e se dirigiu para a 2ª Companhia do 46º BPM/I, de onde saiu escoltado para a Polícia Civil.

Em vídeo publicado nas redes sociais neste domingo (25), Anderson disse estar se recuperando junto de amigos e familiares e confiar no trabalho da polícia diante da investigação. 

“Ali a gente sabe que é uma região bastante perigosa, de vários casos de violência, e dessa vez eu fui a vítima. Estou bem, estou em casa, me reestabelecendo”, afirmou.

A Polícia Civil informou que o local não possui iluminação pública e câmeras de segurança. No mesmo dia, as equipes foram às ruas de São José e Jacareí para ouvir possíveis testemunhas, além de buscar imagens que pudessem auxiliar na apuração. Até domingo (25), não havia suspeitos.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) não informou o motivo da mudança na condução da investigação, mas confirmou que elas estão em andamento.