Ex-delegado regional de Varginha é preso em operação do operação do Ministério Público

Operação realizada pelo Ministério Público investiga crimes no Detran.

Um ex-delegado regional de Polícia Civil de Varginha, no Sul de Minas, foi alvo do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), na manhã desta terça-feira (27).

A Operação Ilusionista ainda cumpriu dois mandados de busca e apreensão em São Gonçalo do Sapucaí.O trabalho é para combater crimes no Departamento de Trânsito (Detran).De acordo com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), Wellington Clair foi preso durante a operação.

Ele era lotado em São Gonçalo do Sapucaí, mas estava afastado do cargo para concorrer à reeleição para vereador na cidade.

“O investigado ocupou o cargo de delegado regional em Varginha, entre 2018 e 2019”, afirma release do Gaeco.A operação é resultado de investigações, que começaram no passado, envolvendo a prática de crimes no Detran.

“Na oportunidade, foi oferecida denúncia pela prática dos delitos de organização criminosa, corrupção passiva e usurpação de função pública”, diz.

O Ministério Público determinou o sequestro de R$ 18 milhões para pagamento de multa e dano moral coletivo. “E de R$247.500,00 para devolução de valores fruto dos crimes de corrupção”, ressalta.

Fonte: Estado de Minas