Aplicativo gratuito que conecta consumidores a serviços já conta com mais de 7 mil estabelecimentos cadastrados

Mais de 7 mil estabelecimentos de todo o país já estão cadastrados no aplicativo (App) Fique no Lar!. Desenvolvido por pesquisadores e alunos do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e que tem o Ministério Público do Trabalho (MPT) como um dos apoiadores, o App tem como objetivo conectar fornecedores de serviços essenciais a consumidores por meio de delivery ou retirada de produtos diretamente com o fornecedor.

No cenário da pandemia da Covid-19, em que as autoridades sanitárias recomendam o distanciamento social como uma das medidas para reduzir o contágio do vírus, a ferramenta virou aliada de micro e pequenos negócios para movimentarem a economia em meio à crise provocada pela doença.

“Além da inserção de orientações de saúde e segurança do trabalho, estamos atuando na sensibilização de gestores municipais para que apoiem e divulguem o projeto. A plataforma é simples, de uso fácil, intuitiva, gratuita, sem intermediação de pagamentos e abre as portas para empreendedores que não conseguem entrar nas plataformas comerciais”, explica a procuradora do Trabalho Karol Teixeira de Oliveira.

A plataforma conta uma lista de serviços ligados aos setores de alimentação, saúde, informática, pet shop, limpeza entre outros. Disponível por meio da página www.fiquenolar.com, o aplicativo pode ser baixado sem custos também no Google Play.

Para mais informações, clique aqui.


Esta matéria tem cunho informativo. Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais