Candidato a vereador em São Gonçalo é preso em flagrante durante operação policial

Policiais civis da Delegacia do Consumidor prenderam em flagrante, nesta terça-feira (3), um candidato a vereador em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Segundo a polícia, Valmir Santos Filho (PSL), de 35 anos, é dono de uma oficina mecânica onde os agentes encontraram peças de veículos roubados.

A reportagem tenta contato com Valmir, que registrou no Tribunal Superior Eleitoral o nome de urna como Nem da Pank Motos.

A operação em que o candidato acabou preso tinha como objetivo “asfixiar o braço financeiro” do Comando Vermelho – facção criminosa que domina o Complexo de favelas do Salgueiro, em São Gonçalo.

De acordo com a investigação, existe a suspeita de que o traficante Antonio Ilario Ferreira , o Rabicó – chefe do tráfico de drogas da comunidade –, use comércios da região para “lavar” dinheiro do crime.

Em um dos estabelecimentos, os policiais e fiscais do Conselho Regional de Farmácia encontraram agulhas descartadas e verificaram que o local não tinha licença para prestar serviços. A equipe também encontrou drogas irregulares e não havia registros de entrada de notas fiscais.

O candidato Valmir Santos Filho, de acordo com as informações, também é dono de várias farmácias na região – a polícia não informou se ele é o dono do estabelecimento onde foram constatadas as irregularidades.

Também é investigado se Valmir teria ligações com o chefe do tráfico no Salgueiro.

Além de agentes da Delegacia do Consumidor, também participaram da operação outras delegacias do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE).

Policiais encontram farmácia em São Gonçalo sem autorização para prestar serviços — Foto: Divulgação
Foto: Divulgação