Suspeito pelo assassinato da jovem Julia Rosemberg em São Sebastião é preso, diz SSP

Corpo da jovem Julia Rosemberg foi encontrado em São Sebastião — Foto: Reprodução/ Facebook
 Foto: Reprodução/ Facebook

Um homem de 39 anos foi preso após ser identificado pela Polícia Civil como autor do assassinato da jovem Julia Rosemberg, em São Sebastião (SP).

A informação é da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP).

Ela desapareceu em julho uma trilha entre as praias Paúba e Maresias e o corpo foi encontrado parcialmente enterrado.

De acordo com a pasta, ele foi reconhecido após um retrato falado e foi pedido um exame de DNA, feito pelo Laboratório de Arte Forense do DHPP, que confirmou a participação dele no crime.

Ele está preso desde o dia 22 de setembro, quando foi localizado pela equipe policial e cedeu o material genético. A informação só foi divulgada nesta quarta (4).

Segundo a polícia, ele é do litoral norte e era foragido porque estava em regime aberto e mudou de endereço sem informar à Justiça. O homem foi preso, mas a SSP não informou para onde ele foi levado.

Júlia Rosenberg, 21 anos, desapareceu ao sair para fazer uma trilha entre as praias de Paúba e Maresias. Uma câmera de segurança chegou a registrar a jovem entrando no local. O corpo foi encontrado no dia seguinte.

Segundo a polícia, a jovem foi estrangulada com a alça de uma pochete que usava. Celular, documentos e os tênis de Julia foram levados e, por isso, o caso foi registrado como latrocínio.

Câmera de segurança mostra a jovem caminhando antes de entrar na trilha na qual foi morta em São Sebastião — Foto: Reprodução/ TV Vanguarda