Bolsonaro demite ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio

O presidente Jair Bolsonaro decidiu nesta quarta-feira (9) demitir o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, informaram veículos como Folha de S. Paulo e O Globo.

Segundo a Folha, Bolsonaro já teria decidido que Álvaro Antônio seria parte dos ministros demitidos em uma reforma ministerial que começaria no ano que vem.

O Globo ressalta que Gilson Machado, presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), foi ao Planalto para se encontrar com Bolsonaro minutos depois de Álvaro Antônio ter sido informado de sua demissão.

O jornal diz ainda que Machado negou que será o próximo a assumir o Ministério.

Marcelo Álvaro Antônio foi um dos personagens envolvidos nas investigações do que ficou conhecido como “laranjal do PSL”. Ele, que era deputado na época em que a prática teria ocorrido, foi denunciado em outubro de 2019 pelo Ministério Público.

Empresas de funcionários do gabinete dele teriam recebido dinheiro de um esquema de candidaturas de mulheres que receberam verba pública para campanha, mas sem que qualquer uma delas comprovasse ter feito propaganda para a disputa eleitoral.

Foi a primeira troca realizada por Bolsonaro no Ministério do Turismo. O Globo lembra que Álvaro Antônio era aliado do presidente desde os tempos de Câmara dos Deputados e estava com Bolsonaro no dia da facada de Adélio Bispo.

Por Equipe InfoMoney