Enfermeira sofre queimaduras após acidente com cilindro de oxigênio em UBS no Jaraguá em São Sebastião

Uma enfermeira sofreu queimaduras após um acidente com cilindro de oxigênio, na tarde desta sexta-feira (11/12), na unidade básica de saúde do Jaraguá, na Costa Norte de São Sebastião. Ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), sendo levada ao Hospital de Clínicas, no Centro. O Corpo de Bombeiros esteve no local e o caso será investigado pela Polícia Civil.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de São Sebastião, que emitiu uma nota sobre a ocorrência. “A Prefeitura de São Sebastião informa que na tarde desta sexta-feira (11/12), equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram acionadas para atender a um incidente na Unidade de Saúde do Jaraguá, na Costa Norte, onde uma enfermeira se feriu em um cilindro de oxigênio.

A funcionária foi encaminhada para o Hospital de Clínicas de São Sebastião, passa bem, e de acordo com a Secretaria de Saúde, teve queimaduras e deverá ser transferida para uma unidade de referência para queimados no Vale do Paraíba para tratamento especializado”.

Ainda segundo a prefeitura, “imediatamente técnicos de Segurança do Trabalho da Fundação de Saúde Pública (PSPSS), Corpo de Bombeiros e Polícia Civil foram até o local para iniciarem a perícia técnica”.

A reportagem conversou com o capitão Newton Krüger, comandante do Corpo de Bombeiros, que falou sobre acidentes com cilindros de oxigênio. “O oxigênio é um dos componentes do triângulo do fogo: o combustível, o comburente e a reação em cadeia. Um dos elementos é o combustível, aquilo que vai pegar fogo; o comburente é justamente o oxigênio. E aí, uma fonte de calor provoca a reação em cadeia. O oxigênio potencializa o fogo, pois é um dos elementos do triângulo do fogo”, explicou.

O comandante salientou que a perícia da polícia vai investigar o que provocou o fogo.

Por Radar Litoral