Hospital atinge 100% de ocupação em leitos de UTI para Covid-19 pela 2ª vez em Três Corações

O Hospital São Sebastião atingiu novamente 100% de ocupação nos leitos exclusivos para Covid-19 em Três Corações. Em relação às vagas em enfermaria, restam três vagas para a lotação máxima ser atingida. No início de dezembro já havia ocorrido lotação máxima na instituição.

Três Corações contabiliza 1.470 contaminações pela Covid-19, sendo 37 mortes em decorrência da doença. A procura por atendimentos relacionados ao coronavírus também é grande na cidade, conforme aponta o presidente da fundação hospitalar, José Pereira da Cunha.

“Nossa UTI lamentavelmente continua com 100% das suas vagas ocupadas. Tivemos hoje, lamentavelmente, uma família com seis pessoas que deram entrada no nosso pronto-atendimento e todos testaram positivo para a Covid-19”, disse o presidente.

Hospital atinge 100% de ocupação nos leitos de UTI para Covid-19 pela 2ª vez em Três Corações (MG) — Foto: Devanir Gino/EPTV
Foto: Devanir Gino

Com a falta de leitos, Varginha seria uma opção. No entanto, a cidade também vive tensão em relação aos casos que crescem diariamente, além da alta ocupação de leitos nos hospital da cidade.

Varginha possui 49 mortes em decorrência do novo coronavírus, sendo duas esta semana. O Comitê de Combate à Covid-19 intensificou a fiscalização de bares e restaurantes, fechando e multando estabelecimentos que descumpriam normais de prevenção à doença.

“Os leitos são contingenciados para a região, então se a gente pegar a macrorregião, temos diferença de ocupação de leito. O que a gente não quer é transferir pacientes nossos para outros municípios que estejam com vaga. É importante que essas medidas de prevenção sejam aderidas por toda população para que a gente não perca vidas”, destacou o Secretário Municipal de Saúde de Varginha, Luiz Carlos Coelho.

Risco de colapso

O Sul de Minas tem risco de colapso na saúde pública por conta do aumento de casos e mortes em decorrência da Covid-19. O alerta foi feito com base em nova pesquisa do Grupo de Estudos em Planejamento Territorial e Ambiental (Geplan) do IF Sul de Minas.

O estudo do Geplan mapeia o atual momento de crescimento da pandemia e a densidade dos casos na região, destaca a vulnerabilidade dos municípios frente à Covid-19 e analisa o número de testes feitos para a doença.

Covid-19 no Sul de MG

Desde o início da pandemia, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), o Sul de Minas contabiliza 49.957 casos confirmados, com 1.197 mortes em decorrência da doença.

Com apenas três dias de divulgação detalhada por cidade de casos pela SES-MG, o Sul de Minas registrou queda de novos casos de Covid-19 depois de seis semanas seguidas em alta.

Entre 18 de dezembro e esta sexta-feira (25), foram 1.964 contaminações pelo coronavírus, com 18 mortes em decorrência da doença. Mesmo com a queda, o número só não é menor do que o acumulado entre 20 e 27 de novembro, quando a região teve 1.674 infecções, sendo 21 óbitos.