Motoboys são presos por tentativa de homicídio em Volta Redonda

Policiais civis de Volta Redonda prenderam, na tarde da última sexta-feira (dia 11), dois motoboys apontados como autores de uma tentativa de homicídio ocorrida no dia anterior, no Retiro.

A prisão dos suspeitos foi possível porque, mesmo sendo atingido por cinco tiros, a vítima, identificada apenas como Weslei, informou a policiais militares que o namorado de sua ex-companheira, Welton de Souza Braz, de 25 anos, que trabalhava como motoboy para uma lanchonete do bairro Três Poços, seria o mandante do crime.

O suspeito foi preso em casa, na Rua 5, no bairro Jardim Vila Rica. Segundo o delegado Edézio Ramos, ele confessou ter sido o mandante do crime e apontou como autor dos disparos Petterson Miguel Oliveira Leite, de 18 anos, também motoboy que trabalhava para a mesma lanchonete.

Os agentes seguiram então para a residência de Petterson, na Avenida Paulo Erlei Alves Abrantes, em Três Poços.  Na primeira vez, ele não foi encontrado. Na lanchonete, ele também não estava.

Os policiais civis então retornaram à casa do suspeito, que foi encontrado quando saía para trabalhar. Ele também, de pronto, confirmou seu envolvimento no atentado a tiros contra Wesley e afirmou que o mandante foi Welton, mas alegou não saber o que foi feito da arma usada no crime.

Petterson, revelou, no entanto, que o telefone celular da vítima foi jogado no Rio Paraíba do Sul. O delegado disse que o crime foi motivado pelo ciúme que Welton sentia de Weslei. em relação à sua namorada. Depois da prisão em flagrante, a polícia já pediu a prisão preventiva dos suspeitos.