Prefeitos do Litoral cobram mais leitos no Hospital Regional

Municípios pedem a Doria mais estrutura diante do possível avanço da Covid-19; grupo pede também maior apoio em fiscalizações

Leitos e equipe médica do Hospital Regional de Caraguá; prefeitos pedem reforço para atender casos de Covid-19 (Foto: Divulgação)

Temendo um provável aumento de casos do novo coronavírus (Covid-19) durante a temporada turística de Verão, prefeitos do Litoral Norte solicitaram na última quarta-feira (16) ao Estado a ampliação de leitos no Hospital Regional de Caraguatatuba. O grupo cobrou ainda um maior efetivo da Polícia Militar para a intensificação das fiscalizações contra o contágio da doença.

A reunião online com o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, contou com as participações dos prefeitos eleitos de Caraguá e Ubatuba, Aguilar Junior (MDB) e Flávia Pascoal (PL), e da atual de Ilhabela, Maria das Graças Ferreira, a Gracinha (PSD), derrotada na eleição por Antônio Colucci (PL).

Durante o encontro virtual, os representantes das cidades ressaltaram a Vinholi a necessidade da abertura de novos leitos no Hospital Regional, que atualmente conta com apenas trinta, sendo vinte de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e dez de enfermaria. Os prefeitos acreditam que apesar do cancelamento dos shows e queimas de fogos de artifício, e o anuncio de fase vermelha para o Natal e Ano Novo, o Litoral pode sofrer uma invasão de turistas durante o fim de ano e primeiro trimestre de 2021. Desta maneira, o hospital deve enfrentar um aumento considerável da demanda de internações por Covid-19.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Caraguá na tarde desta terça-feira (22), o Hospital Regional abriga 14 pacientes na UTI, representando uma ocupação de 60%, e outros quatro na enfermaria, atingindo 70% de ocupação.

Na sequência, os prefeitos explanaram sobre a dificuldade de realizarem ações de fiscalização às normas de prevenção ao novo coronavírus durante a temporada turística, período em que a população flutuante chega a superar em até seis vezes o número de moradores da região. Na sequência, Aguilar solicitou que Vinholi transmita ao governador, João Dória (PSDB), o pedido para o aumento do contingente da Polícia Militar na região até o fim da temporada de Verão, que se encerra em 20 de março de 2021.

Em resposta, Vinholi comprometeu-se a encaminhar às demandas ao governador na próxima semana.

Casos – Segundo a secretaria de Saúde de Caraguá, o município contabiliza até esta terça-feira 4363 infectados pela doença, sendo 128 mortos e 83 internados. Em contrapartida, não foram divulgados os números de curados e de pacientes em isolamento domiciliar.

Já o boletim da Prefeitura de Ubatuba, revela que a cidade registra 2.671 contaminados, 46 óbitos, 2.430 recuperados e 12 internados.

Em Ilhabela, dos 3099 infectados, 15 morreram, 2.821 se recuperaram, 271 estão isolados em suas casas e 7 internados.

Já São Sebastião, contabiliza 2.896 casos confirmados da doença, sendo 56 óbitos, 2.657 curados, 87 em isolamento domiciliar e sete internados.

Por Lucas Barbosa | Jornal Atos