Sobe para 18 o número de mortos em acidente de ônibus em João Monlevade; veja lista de vítimas

Subiu para 18 o número de mortos no acidente de ônibus em João Monlevade, na BR-381 (veja a lista de nomes mais abaixo). Um homem de 59 anos, que estava internado no Hospital Santa Margarida, morreu na manhã deste sábado (5).

Segundo a assessoria da unidade de saúde, desde a tarde desta sexta-feira (4), ele estava internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI). O homem era natural da cidade de São Paulo.

Acidente de ônibus em João Monlevade  — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

De acordo com o último balanço da Secretaria de Estado de Governo, 23 pessoas ficaram feridas e outros três passageiros não precisaram de atendimento médico.

O ônibus da Localima Turismo, com placa de Alagoas, caiu no km 350 da BR-381, em um trecho conhecido como “Ponte Torta”, perto da entrada para Dom Silvério. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a suspeita é de que o veículo tenha perdido o freio. O motorista pulou do ônibus e fugiu, segundo relatos de testemunhas aos policiais.

A Polícia Civil de Minas Gerais instaurou inquérito para apurar as causas do acidente. Na manhã deste sábado, os corpos estavam no Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte aguardando a liberação das famílias.

Lista de mortos no acidente

  1. Caio Lucas Santos
  2. Cícero Jeferson Andrade da Silva
  3. Cícero Oliveira Lima
  4. Clemilton Santos Nascimento
  5. Denise Maria do Nascimento
  6. Elias Vieira Batalha
  7. Joelson Queiroz dos Santos
  8. José Ricardo da Silva
  9. José Roberto Santos da Silva
  10. Lázaro Santos Barbosa
  11. Manoel José da Silva
  12. Marcondes Teixeira lima
  13. Maria Silma da Silva Batalha

Cinco mortos ainda não haviam sido identificados até as 9h30.

Acidente de ônibus em Minas — Foto: JN

Transporte irregular

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou que o ônibus não tinha autorização. “A empresa está cadastrada na ANTT e tem um Termo de Autorização para prestação de serviço regular concedido pela Justiça, por liminar. No entanto, o veículo em questão não estava habilitado para prestar o serviço de transporte de passageiros”, disse o órgão.

O ônibus com placa “DTD-7253”, de Mata Grande (AL), já havia sido autuado três vezes, em 2019, por transporte irregular de passageiros.

A Prefeitura de Mata Grande (AL) disse que o ônibus saiu de Santa Cruz do Deserto, que fica na zona rural do município, e pegou passageiros por cidades vizinhas como Delmiro Gouveia e Água Branca. O ônibus passa pela Bahia, por Minas e chegaria até São Paulo. A cidade decretou luto oficial por três dias.

A Localima Turismo emitiu uma nota na qual expressa pesar e tristeza pelas vítimas e familiares familiares e diz que deve prestar “total assistência” a eles. A empresa afirmou, ainda, que os fatos estão sendo apurados e que está à disposição para suporte “humano, digno, com compaixão e empatia”.

Por Thaís Leocádio