Doria anuncia 40 novos leitos de UTI para o Vale do Paraíba após alta de internações por Covid-19

Taubaté deve receber 20 novos leitos — Foto: Prefeitura de Taubaté/ Divulgação
Foto: Prefeitura de Taubaté/ Divulgação

O governador João Dória (PSDB) anunciou a abertura de 40 novos leitos de UTI para Covid-19.

A região registra uma crescente de casos nas últimas semanas, com cidades atingindo a capacidade máxima no atendimento hospitalar.

O anúncio foi feito após cerimônia do início da vacinação em São José dos Campos,

De acordo com o governador, serão abertos 20 leitos para o Hospital Universitário em Taubaté; dez para o Hospital Regional em São José dos Campos e outros dez para o Regional em Caraguatatuba.

A maior parte dos leitos vai compor a demanda em Taubaté.

A cidade atingiu a capacidade máxima de internação dos 70 leitos exclusivos para a doença na última quinta-feira (14). Em seguida, a gestão chegou a anunciar novos 15 leitos de forma emergencial, mas a demanda seguiu em alta e a cidade segue desde então com 100% da ocupação.

Com os novos leitos anunciados pelo governador, a cidade deve chegar a 95 leitos exclusivos para tratamento de Covid-19. A administração municipal também promete outros dez até o fim do mês.

Em São José dos Campos, a ocupação em leitos de UTI é de 80%, segundo informações da prefeitura atualizadas nesta terça-feira (19). A cidade tem 95 pacientes internados. Em Caraguatatuba, a taxa de ocupação é de 82%.

As cidades confirmaram que haviam recebido a informação da Secretaria Estadual de Saúde sobre a abertura dos novos leitos, mas que ainda não tinham data para que entrassem em operação.

Críticas aos prefeitos

Durante a coletiva, após o anúncio, Dória criticou a postura de prefeitos que foram contra as regras do Plano São Paulo, adotando medidas próprias mais flexíveis. Durante entrevista, ele disse que a taxa de ocupação era resultado do afrouxamento das medidas.

“Eu lamento que alguns prefeitos não observaram a orientação do plano de saúde do Estado, que era exatamente para proteger vidas e a economia. Aqueles que relaxaram as medidas protetivas, aceitando a pressão de comércios e do agronegócio ou de pessoas de ordem política, pessoal ou econômica, hoje assistem a triste realidade do aumento da infecção e do número de óbitos”, comentou.

Vacinação

São José dos Campos e Jacareí foram as duas primeiras cidades a iniciarem a imunização contra a Covid-19 nesta quarta-feira (20). Apesar do início da campanha, as cidades receberam doses em menor quantidade que a esperada. Para São José dos Campos foram enviadas 11 mil doses, quando a gestão esperava vacinar 130 mil pessoas na primeira etapa.

Sobre o número, o governador informou que, com a distribuição das doses no país, o estado trabalha com 20% do estoque total, mas que pediu a liberação de novas doses emergenciais na Anvisa que agora incluiriam, não só as unidades envasadas, mas produções de até um milhão de novas doses diárias. A expectativa é de que com a liberação as cidades recebam as doses necessárias.

“Nós encaminhamos na segunda o pedido oficial para a Anvisa para a liberação de novo lote de vacinas do Butatãn. A Anvisa prometeu até sexta-feira (22) fornecer essa autorização. Com isso, o Butatãn tem capacidade para fazer o envase de um milhão de doses da vacina por dia”.