Irmão mata irmão a com golpes de marretada e desova corpo em canavial de Linhares, ES

O estudante de engenharia florestal, Marcos Gabriel Braz Lima, de 24 anos, que estava desaparecido desde o dia 29 de dezembro, foi encontrado morto na tarde de ontem, terça-feira, dia 5, em um canavial de uma agroindústria, na região 5 de Linhares, norte do Estado.

O irmão mais velho da vítima confessou ter matado Marcos com golpes de marreta – e não de faca como divulgado antes – após uma briga dentro da casa onde eles moravam com a mãe, a professora Maria do Carmo Braz, conhecida na cidade como Nina.

No dia 29 de dezembro, terça-feira, o irmão de Marcos Gabriel, Marcos André, de 26 anos, encontrou a mãe morta. No mesmo dia, Marcos Gabriel desapareceu e familiares acreditavam que ele havia saído sem rumo por não aceitar a morte da mãe, com quem ele era muito ligado.

O pai dos dois, Marco Antônio Lima, foi à polícia e registrou um boletim de ocorrência do desaparecimento do filho mais novo, e também promoveu uma campanha nas redes sociais para localizar o filho, inclusive fotos do rapaz foram enviadas aos órgãos de imprensa em Lavras, já que Marcos Gabriel era estudante da Universidade Federal de Lavras (Ufla).

A polícia capixaba desconfiou da história contada pelo irmão e ele acabou confessando que discutiu com Marcos Gabriel na casa em que eles moravam junto da mãe, no bairro Conceição, em Linhares, e que em dado momento, ele desferiu vários golpes com uma marreta no irmão, depois enrolou o seu corpo em um lençol, carregou até a garagem e colocou o corpo no porta-malas de um carro Fiat Uno, depois saiu e desovou o corpo no canavial.

O rapaz levou a polícia ao local onde havia deixado o corpo, ele disse também que a marreta usada no crime foi jogada no canavial, mas a polícia não encontrou a arma do crime. O corpo do irmão estava em avançado estado de decomposição, ele foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Vitória, onde passará por necropsia.

O crime foi descoberto pelo chefe da 16ª Delegacia Regional de Linhares, delegado Fabrício Lucindo. O delegado disse que o irmão da vítima confessou o crime e foi preso, ele foi encaminhado ao presídio Regional de Linhares na noite de ontem.

A polícia quer saber por que os dois discutiram e o que levou o irmão ao extremo. O delegado Fabrício Lucindo, devido aos acontecimentos, vai pedir a exumação do corpo da mãe dos rapazes para saber mais sobre a causa de sua morte.

Marcos era estudante da Ufla e, devido a pandemia, não está tendo aula presencial, então ele havia voltado para sua casa em Linhares.