Polícia Militar nega toque de recolher no Cidade Alegria, em Resende

O comandante do 37º Batalhão de Polícia Militar, Perry Souza Azeredo, informou a reportagem na manhã desta segunda-feira, dia 11, que as informações sobre um suposto toque de recolher em Resende, com o fechamento de comércios no bairro Cidade Alegria, não procedem.

De acordo com o comandante, a Polícia Militar foi informada sobre o fato e reforçou a segurança na localidade, após a intensa troca de tiros, no município, na madrugada de domingo, dia 10.

”Não existe toque de recolher nenhum. Inicialmente, chegaram – à PM – algumas informações sobre comerciantes que teriam fechado seus respectivos estabelecimentos, no bairro Cidade Alegria. Reforcei o policiamento, no local, através de um tenente da PM, até a manhã de hoje (11), pela manhã, orientando os demais que a polícia se faria presente, dando total segurança a todos. Aparentemente, um ou outro comerciante teria fechado as portas”, disse.

Troca de tiros 

Após intensa troca de tiros, um homem foi encontrado morto em uma área de mata em Resende. De acordo com a Polícia Militar, agentes faziam patrulhamento pelo bairro Paraíso, na madrugada desse domingo, dia 10, e avistaram ao menos, dez homens armados. Os disparos, segundo a PM, eram inicialmente, efetuados na direção da casa de um homem, que se encontra preso. No imóvel, localizado na Rua Agenor Marcondes Godoy, haviam duas pessoas.

Os suspeitos, ao perceberem a presença da polícia, iniciaram o confronto. A PM informou que, após a troca de tiros, os agentes entraram cerca de 3km em uma área de mata, onde encontraram o corpo do suspeito, junto com um fuzil, munições, granadas, carregadores e um revólver. Além disso, um homem foi detido.

Ao todo, 04 granadas, 01 fuzil 762, 01 revólver cal. 22, 46 munições cal. 762, 61 munições cal.9mm, 20 munições de cal.38, 09 munições cal.22, 50 munições cal.556, um porta carregador de pistola, dois carregadores de pistola cal.40, 07 carregadores de fuzil 556, 10 carregadores de fuzil cal.762, uma mochila e um coldre, foram apreendidos.

Segundo consta na ocorrência, finalizada às 23h25 desse domingo (10), o suspeito detido, confessou ter participado da ação de ataque aos policiais envolvidos na operação. Ele informou aos PMs ser morador de Campos, mas nascido na Penha, bairro do Rio de Janeiro. O suspeito disse ainda que teria vindo a Resende por determinação de outro suspeito de tráfico, supostamente da Rocinha, para assumir o bairro Paraíso, comandado por uma facção criminosa.

O corpo de um dos suspeitos foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Resende. O suspeito preso foi enquadrado por tentativa de homicídio, baseado no art.121 do Código Penal e porte ilegal de arma de fogo), baseado no artigo 14 da lei 10.826/03, permanecendo à disposição da Justiça. As armas utilizadas pelos policiais militares, durante o confronto foram apreendidas na 89ª DP, local onde a ocorrência foi registrada.

A PM se pronunciou através de nota: “O Comando do Trigésimo Sétimo Batalhão de Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro informa, em virtude das informações de ações orquestradas por criminosos que estariam ordenando o fechamento de comércios em determinados bairros do município de Resende em retaliação à morte de um traficante em confronto com policiais militares no dia de hoje 10/01, que reforçou o policiamento nestes locais a fim de garantir a segurança de toda a população e o funcionamento dos serviços”.

As denúncias podem ser enviadas diretamente ao Batalhão através do telefone 99223-0075 (WhatsApp) e 3360-0112 sob total sigilo.

Material apreendido foi entregue na 89ª DP (Foto: PM)