Suspeito de tráfico morre em confronto com a PM no Paraíso em Resende

Um homem, identificado como Arnaldo Magno da Silva Barboza, o “TH”, de 29 anos, morreu durante uma troca de tiros com a Polícia Militar, na madrugada deste domingo (dia 10), no bairro Paraíso, em Resende. Outro suspeito, identificado como Walace de Oliveira Gomes, de 24 anos, foi preso.

Segundo a Polícia Militar, a corporação foi informada, ainda na madrugada de domingo, que criminosos estavam atirando contra a casa do traficante Vanderlei Carlos Carneiro, o “Delei”, que está preso na Penitenciária Esmeraldino Bandeira, no Rio. Na casa, localizada na Rua Marcondes de Godoy, no bairro Paraíso, estavam uma mulher e um homem.

A PM seguiu para o local, sendo recebida a tiros por mais de uma dezena de criminosos. Os bandidos correram para uma área de mata, enquanto os policiais recebiam reforços. Os policiais perceberam, durante o tiroteio, que um criminoso foi atingido, enquanto os demais mantinham os disparos para impedir que eles se aproximassem. Depois, os traficantes começaram a se dispersar pela mata e fugiram.

Ao ser preso, Walace de Oliveira Gomes confessou aos policiais ter participado do tiroteio. Disse ainda que é natural de Campos dos Goytacazes, cidade do Norte Fluminense, mas que passou a viver na Penha, no Rio, de onde foi despachado para Resende por um traficante conhecido como “Juninho da Rocinha”, para proteger o tráfico no bairro Paraíso, que está sob ameaça de uma facção rival. Walace foi indiciado por tentativa de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma

Arnaldo Magno da Silva, que foi baleado e morto, é apontado como um dos chefes do tráfico no Paraíso. Próximo ao corpo dele, os PMs acharam quatro granadas, um fuzil, um revólver calibre 22 com a numeração raspada e quase 180 munições de diversos calibres, mostrando o poder de fogo dos bandidos. Também foram recolhidos no ponto onde ocorreu o confronto, três porta-carregadores de pistola, 17 carregadores de fuzil e um coldre.

Por Jornal Folha do Aço