376 celulares e 4 mil chipes sem nota fiscal são apreendidos pela PRF na Dutra em Lavrinhas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga com 376 celulares, 4 mil chips telefônicos e outros eletrônicos na noite desta segunda-feira (22) na Dutra, no trecho de Lavrinhas.

O material não tinha nota fiscal e foi apreendido para a Receita Federal. O motorista foi liberado.Segundo a PRF, em uma abordagem de rotina foram encontrados no porta malas os celulares, chipes, relógio e roteadores.

O motorista, um homem de 49 anos, foi questionado sobre a procedência dos produtos e entregou alguns documentos aos policiais. A equipe analisou os papeis e percebeu que nenhum comprovava a origem dos produtos.

O homem afirmou que trabalha como motorista de aplicativo e recebeu parte do material em Suzano, na grande São Paulo, passou por Taubaté e Jacareí, onde pegou o restante dos produtos e levaria para Juiz de Fora, em Minas Gerais.

Ele disse que receberia pelo valor da corrida no aplicativo e não sabia da origem dos produtos. O motorista prestou depoimento e foi liberado.

Os produtos ficaram retidos e foram entregues à Receita Federal. Os eletrônicos que estiverem em condições de uso devem ser doados para instituições de caridade e os que não atendam as regras de uso devem ser destruídos.

Foto: Divulgação/PRF