Câmara de Ilhabela adota medidas restritivas durante a Fase Vermelha do Plano SP

Em sessão extraordinária realizada nesta terça-feira (9), os vereadores aprovaram nova Resolução que regulamenta os trabalhos da Câmara Municipal de Ilhabela durante a Fase Vermelha decretada pelo Governo do Estado de São Paulo, como medida de controle da disseminação da Covid-19. Com a incidência da nova variante no município, a P1 (mesma cepa do Estado do Amazonas), a Câmara passa a adotar medidas mais restritivas.

Desde quarta-feira (10/), o horário de atendimento ao público é das 9h às 13h, de segunda a sexta-feira. Para não haver prejuízo no andamento dos trabalhos, os funcionários continuarão o restante da jornada em regime de teletrabalho. Na área administrativa, caso haja necessidade de atendimento presencial será preciso realizar agendamento no número 3896-9600.

O atendimento ao público será realizado preferencialmente apor meio dos seguintes canais de comunicação: informação ao cidadão (e-SIC) ouvidoria@camarailhabela.sp.gov.br ; 0800-771-6091 (apenas denúncia); whatsapp 99768-2554  e os contatos dos vereadores.

Na Resolução 04/2021, as Sessões Plenárias continuarão sem a presença de público, em acordo com o Ato da Mesa 01/2021 recentemente aprovado. No entanto, solicita que seja aplicado o distanciamento de 2 metros entre os parlamentares e permanece a obrigatoriedade do uso de máscara, inclusive durante a fala na Tribuna. Todos os funcionários devem permanecer em suas salas para acompanharem as sessões.

Os parlamentares salientaram a preocupação com a população e grande número de infectados na região. “Ontem, em uma reunião no gabinete, eu tomei conhecimento dessa nova cepa de uma pessoa em Ilhabela e temos que ser prudentes. Não estamos negando acesso, cada Vereador deve estabelecer a melhor forma de falar com a população, mas é importante que tomemos os devidos cuidados. Estaremos mais atentos às mídias sociais, aos canais de comunicação, whatsapp e telefone. Peço a compreensão de todos e espero que seja breve, mas, nessa fase, o mais importante é preservar a saúde da população”, explicou a presidente da Câmara, vereadora Diana Matarazzo (PL).

Por Radar Litoral