Caraguatatuba adia retorno das aulas presenciais para 22 de março

A Prefeitura de Caraguatatuba decidiu adiar o retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino para o dia 22 de março. A decisão foi tomada após reunião do Comitê de Enfrentamento da Covid-19 e que contou com a participação do prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, da secretária de Educação, Márcia Paiva, o secretário de Saúde, Gustavo Boher, e a adjunta de Saúde, Derci Andolfo.

A princípio, as aulas presenciais voltariam na próxima segunda-feira (08/03), mas o Comitê levou em conta o aumento na ocupação de leitos no município por pacientes com suspeita do novo coronavírus.

Além disso, cresceu muito a procura nas unidades de saúde por pessoas que apresentam sintomas compatíveis com a Covid-19. Houve também um apelo dos profissionais de saúde em carta aberta ao prefeito Aguilar Junior.

Outro fator preocupante foi o fato de o Estado ter decretado a Fase Vermelha do Plano São Paulo, o que pode acarretar requisição de leitos para atender pacientes de outras cidades em Caraguatatuba.

“Desde o início da pandemia, adotamos medidas sanitárias para reduzir o risco de transmissão do novo coronavírus. Nessa fase crítica da Covid-19, não será diferente. Vamos acatar não só a determinação do governador, mas, principalmente dos nossos profissionais da saúde, que estão na linha de frente no combate à doença”, afirmou Aguilar Junior.

De acordo com a secretária de Educação, Márcia Paiva, na próxima semana, haverá continuidade das atividades remotas entre professores e alunos e entrevistas com os pais ou responsáveis. O material escolar, as apostilas e todas as orientações serão repassadas aos pais e responsáveis.

Por Radar Litoral