Delegacia de Atendimento à Mulher realiza operação em Lavras

Foto: PCMG

Considerada a maior ação de combate a crimes de violência contra a mulher no Brasil, a operação Resguardo, desencadeada na manhã de hoje, segunda-feira, dia 8, conta com a participação da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) no cumprimento de mandados. A ação, iniciada em 1º de janeiro deste ano, é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP).

Todos os departamentos da PCMG no interior do estado participam da operação.

Em Lavras, a Polícia Civil, através da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, cumpriu mandados de prisão contra quatro homens acusados de violência doméstica. São três mandados de prisão preventiva e um mandado de busca e apreensão.

Durante a Operação, 4 homens foram presos, sendo um de 33 anos, que descumpriu medidas protetivas de urgência em face da ex-companheira de 32 anos. Essa é a terceira prisão do autor pelo mesmo crime, sendo frequente o crime de violência contra a mulher.

Outra prisão foi de um homem de 28 anos, por descumprir medidas protetivas, por ameaça e agressão contra sua ex-companheira, de 22 anos, com quem tem um filho. O homem tem passagens por tráfico de drogas e disparo de arma de fogo.

A terceira prisão foi de um homem de 37 anos, preso preventivamente por descumprir medidas protetivas e por ameaça de morte a ex-companheira.

E a última prisão, foi de um homem de 18 anos, preso em flagrante por tráfico de drogas. O autor também está sendo investigado por agressão e ameaça a namorada. Na residência do suspeito foram apreendidos 24 buchas de maconha, aproximadamente 1 quilo de cocaína, 3 pedras grandes de crack, R$438 em dinheiro e um celular.

De acordo com a Delegacia de Mulheres, a operação foi uma forma de reforçar que as mulheres vítimas de violência doméstica não estão sozinhas.