Lavrador com a Covid-19 é preso por continuar trabalhando e atendendo clientes em Ceasa em Pouso Alegre

Um lavrador contaminado com o vírus da Covid-19 foi preso nesta quinta-feira (11) em Pouso Alegre (MG) por colocar pessoas em risco na Central de Abastecimento de Produtos Agrícolas, Ceasa, do município. Segundo a polícia, o lavrador é da cidade vizinha, Cachoeira de Minas.

Após receber denúncias, a equipe de policiais foi até o Ceasa, onde o produtor rural de 48 anos, que já tinha confirmação laboratorial de estar contaminado com Covid-19, trabalhava normalmente, manuseando os produtos e atendendo os clientes. No local, o lavrador foi preso e conduzido até à Delegacia para confirmar a prisão em flagrante.

Conforme a polícia, o homem começou a apresentar sintomas da doença no dia 2 de março como tosse e dores de cabeça. O teste rápido foi feito seis dias depois e no dia 8 o resultado deu positivo. Para a polícia, ele disse em depoimento que saiu pela primeira vez de casa nesta quinta-feira, mas conforme as denúncias recebidas, ele não cumpriu o devido isolamento.

O Delegado Ricardo Maximiano conta que assim que a informação foi recebida, os policiais foram verificar devido à gravidade da situação.

Lavrador contaminado pela Covid-19 é preso em Pouso Alegre — Foto: Polícia Civil

“Nossa equipe foi imediatamente ao centro de comércio de insumos agrícolas para apurar a situação e encontramos o suspeito, com o exame de Covid-19 com resultado positivo, trabalhando normalmente em contato com outras pessoas, colocando em risco a saúde pública, desrespeitando a lei e diretrizes da pandemia”, explicou o delegado.

O investigado pode responder pelo crime de colocar pessoas em perigo de contágio de moléstia grave e por infringir determinação do poder público que visa impedir propagação de doença contagiosa.

O suspeito foi encaminhado para o Presídio de Santa Rita do Sapucaí para medidas de isolamento e prevenção ao Covid-19.