Movimento “todos por Stefania” toma às ruas de Itanhandu e Passa Quatro

Entenda o caso, o suspeito de matar Stefania Monteiro dos Santos foi preso em, 05/03, em Osasco, São Paulo. Renato Franca Silva, de 30 anos, foi preso quando ia visitar um filho. Nas imagens veiculadas mostram que o homem não resistiu à prisão.

De acordo com a Polícia Civil de Passa Quatro, o suspeito confessou que matou Stefania, carbonizou o corpo dela e o enterrou depois. O pai de Renato também foi preso suspeito de ter ajudado a esconder o crime.

O Movimento ocorreu entre as cidades de Itanhandu e Passa Quatro na tarde desse domingo dia 14 de março, amigos, familiares e comunidade participaram de carreata e pronuciamento por entes de Stefania Monteiro, que viralizou nas redes sociais. O movimento teve o objetivo de clamar por justiça e alertas as mulheres sobre o feminicídio.

Movimento de combate ao feminicídio. Fotos redes sociais

Por Nara Almeida