Policiais militares participam de avaliação física da Secretaria de Esportes em São Sebastião

PMSS

A Secretaria de Esportes de São Sebastião (Seesp) realizou a primeira etapa da avaliação física de policiais militares, com o objetivo de obter diagnósticos que possam afetar o desempenho profissional. Nesse momento, 25 policiais da Força Tática e da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas) serão atendidos por aproximadamente quatro meses, uma a duas vezes por semana, no Centro de Apoio Educacional (CAE), no Pontal da Cruz, na região central do município.

Essa ação partiu de um projeto em prol da saúde do servidor público, realizado em 2017 e em 2018, que buscava averiguar possíveis desequilíbrios na composição corporal, e que se estende, agora, aos policiais militares que atendem o município. “Essa avaliação é realizada para que se evite o afastamento do profissional. Imagina hoje o que o afastamento de um policial acarreta para a cidade. Queremos minimizar esse tipo de desequilíbrio”, explica David Camargo Junior, professor da Seesp, responsável pelo projeto.

O tipo de serviço realizado pelo profissional da força de segurança exige muito da estrutura corporal.  “O policial militar passa por inúmeras situações em que testa sua condição física, como pular um muro, subir um morro, atravessar obstáculos. O condicionamento físico é uma questão fundamental para o bom exercício da profissão”, conta Capitão Fabrício Paluri, comandante da 1ª Companhia da Polícia Militar do município.

Anualmente, os policiais militares passam por exame médico em que se averigua se há condições para praticar atividade física. Essa avaliação oferecida pela SEESP vem com o intuito de complementar o bom desempenho do profissional.

“A sociedade tem um ganho com um profissional mais preparado, que vai prestar um serviço ainda melhor. Essa é a maior gratidão que temos com o professor David e com a Prefeitura de São Sebastião”, comenta capitão Fabrício Paluri, comandante da 1Cia. 

Formas de avaliação

Para checar o condicionamento físico dos policiais, são realizados testes que examinam a capacidade muscular, agilidade, velocidade de reação, entre outras habilidades:

– Plataforma de salto Jump Test: análise do percentual de força e do componente elástico dos músculos;

– VO2 indireto: exame que avalia a capacidade aeróbica máxima de um indivíduo, por meio da relação de MET (equivalente metabólico) e de calorias consumidas;

– Banco de Wells: aparelho utilizado para testar a flexibilidade do indivíduo;

– Goniometria: técnica para obter a amplitude de movimento que as articulações do corpo podem realizar;

– Dinamometria: método que avalia a força muscular do indivíduo;

– Purdue Test: exame que verifica a coordenação motora fina;

Com esses métodos, é possível chegar a diagnósticos que auxiliarão o desempenho físico dos profissionais

Por Radar Litoral