Prefeito de Taubaté, SP pede aporte de R$ 25 milhões ao governo federal para construir arena

Foto: Divulgação

Em visita essa semana a Brasília, o prefeito de Taubaté, José Saud (MDB), solicitou apoio financeiro do governo federal para a construção de uma arena poliesportiva no município.

Segundo a Prefeitura, o aporte solicitado foi de R$ 25 milhões. As tratativas são com a Secretaria Especial do Esporte, ligada ao Ministério da Cidadania.

Um convênio semelhante foi firmado com a Prefeitura de Bauru (SP), que receberá R$ 14,3 milhões para construir uma arena no município.

Uma comitiva de Taubaté deve ir até Bauru para conhecer o projeto executivo.

Segundo o governo Saud, caso o governo federal confirme o aporte, as obras podem ter início ainda esse ano. “O espaço teria condições de receber jogos de diversas modalidades, além de eventos e shows”, informou a Prefeitura.

PROJETO.

Ortiz Junior (PSDB), prefeito de Taubaté entre 2013 e 2020, também chegou a anunciar a construção de uma arena esportiva no município, mas o projeto acabou engavetado no governo tucano.

Quando o projeto foi apresentado por Ortiz, em março de 2018, a previsão era iniciar a obra ainda naquele ano e inaugurá-la no início de 2020, já que o prazo de conclusão era de 18 meses.

O complexo custaria R$ 45 milhões e seria construído pela WTorre, mesma empresa responsável pela obra do Allianz Parque, estádio do Palmeiras, mas o projeto não atraiu investidores.

Pela proposta do ex-prefeito, a arena seria construída no distrito do Piracangaguá, em uma área de 23 mil metros quadrados entre o Tangaroa Hall e o Ibis Hotel, ao lado do Via Vale Garden Shopping, no entroncamento entre a Via Dutra e a Carvalho Pinto. O espaço teria capacidade para 5 mil pessoas nos jogos, e 8 mil nos shows.