Prefeitura de São Vicente de Minas entrega 34 cestas de alimentos para idosos e pessoas com deficiência

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, entregou 34 cestas de alimentos prioritariamente ricos em proteína para assistidos pelo centro-dia, unidade pública de atendimento especializado a pessoas idosas e a pessoas com deficiência que tenham algum grau de dependência de cuidados.

A ação é bem vinda por reforçar o cardápio e o nível nutricional da alimentação dessas pessoas e de suas famílias, num momento em que a pandemia da COVID-19 afeta a renda de grande parte da população.

Na tarde da última quinta-feira, dia 4 de fevereiro, o prefeito Lili entregou pessoalmente uma das cestas.

Essa notícia traz à reflexão um assunto debatido durante a semana, que é a  contribuição da prefeitura de São Vicente de Minas com a APAE – Escola Especial Flor Amarela.

É fundamental esclarecer que colaboração da administração municipal com a instituição vai muito além do repasse anual de R$15 mil reais (em 10 parcelas mensais de R$ 1500).           

A prefeitura reforça o quadro de funcionários da APAE por meio do remanejamento de servidores públicos, oferece transporte em veículo adaptado, realiza obras de reparo, sempre que necessário, e construiu o muro da Casa Lar, além de repassar gêneros alimentícios para a merenda.

Atualmente, o efetivo de funcionários municipais cedidos inclui 3 professores da educação básica, uma servente escolar, uma estagiária da área de educação, uma oficineira e um motorista. A remuneração desses servidores totaliza um investimento mensal de 15.253,78.

A despesa média por mês com o transporte escolar em micro-ônibus adaptado e capacidade para 22 estudantes, incluindo combustível e manutenção, é de R$ 1.680,00. A administração municipal oferece ainda o transporte dos alunos da APAE da zona rural.

O muro da Casa Lar, com 62,5m de comprimento por 2,5m de altura foi construído por dois servidores do setor de obras do município. Sempre que solicitado, são realizados reparos nas redes elétrica e hidráulicas da instituição, assim como o serviço de capina na área da Escola Flor Amarela.

O fornecimento de gêneros alimentícios para a merenda é feito de acordo com o valor definido para cada aluno pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). O acordo para envio de itens é definido entre a escola e a nutricionista da educação do município.

O repasse mensal de recursos da administração municipal é, na verdade, de aproximadamente R$ 20 mil. Portanto, a cada ano, esse valor chega a quase R$ 240 mil.

“Sabemos da importância da APAE/Flor Amarela e valorizamos muito o trabalho realizado em São Vicente de Minas. Vamos continuar atendendo, de acordo com as nossas possibilidades”, esclarece o prefeito Lili. 

É bom ainda deixar claro que a prefeitura também tem sido alvo constante de denúncias.

Fonte: Assessoria de comunicação da Prefeitura de São Vicente de Minas