Bolsonaro pressiona senador por impeachment de ministros do STF

Além disso, presidente já havia dito que estados e municípios também deveriam ser investigados; estratégia acontece às vésperas de abertura de CPI

Foto: ISAC NOBREGA/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) está pressionando o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) a ingressar com pedidos de impeachment contra ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). 

Além disso, ele também já havia dito que estados e municípios também deveriam ser investigados. A estratégia do presidente acontece às vésperas da abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), para investigar a conduta do governo federal durante a pandemia da Covid-19.

Em conversa por telefone divulgada pelo próprio senador, em duas partes, neste domingo e nesta segunda-feira, em suas redes sociais, Bolsonaro dá a entender que, se houver pedidos de impeachment contra ministros da Corte, pode ocorrer mudanças nos rumos sobre a instalação da comissão.

“Você tem de fazer do limão uma limonada. Tem de peticionar o Supremo para colocar em pauta o impeachment (de ministros) também”, disse Bolsonaro ao senador. “Sabe o que eu acho que vai acontecer, eles vão recuperar tudo. Não tem CPI… não tem investigação de ninguém do Supremo”, disse Bolsonaro, durante a conversa. Kajuru respondeu que já tinha entrado com pedido de afastamento do ministro do STF Alexandre de Moraes, ao que Bolsonaro respondeu: “Você é 10”.