Ex-vereador de Resende é preso suspeito de ser mandante de agressões que terminaram na morte de jovem

Policiais civis e militares prenderam nesta quarta-feira (dia 31), em Resende, o ex-vereador Silvio da Fonseca, o “Tivo”. A prisão ocorreu no distrito de Serrinha de Alambari. Tivo é acusado pela polícia de Resende de ser o mandante das agressões que resultaram na morte de Matheus Saturnino, de 20 anos, na última quinta-feira, no bairro Morada da Barra.

Na última segunda-feira, a polícia prendeu Gleisson César da Conceição Soares, um dos homens que agrediram a vítima. Gleisson foi preso em Campos Elíseos, bairro central de Resende, quando deixava um supermercado em companhia da esposa. Outro homem, identificado como Adrianinho, que também teria comandado as agressões, está foragido. Todos tiveram a prisão decretada pela Vara Criminal de Resende.

O delegado Michel Floroschk informou que Matheus estaria envolvido em furtos para sustentar a dependência de drogas. Na quinta-feira passada, ele invadiu o ferro-velho de Tivo para furtar fios de cobre, mas foi descoberto. Informado, o ex-vereador teria ordenando que Gleisson e Adrianinho dessem “um corretivo” no rapaz.

Ele foi levado no carro de Gleisson, um Gol, para o meio de um matagal na Rua 17 da Morada da Barra, onde foi agredido a pauladas. A agressão foi filmada em vídeo que circulou em redes sociais em Resende. Em certo momento, as imagens mostram Matheus pedindo que o ataque parasse, pois “já estava bom”. Mas as pauladas continuaram.

O rapaz, que era homossexual, foi deixado no meio do mato e, pouco depois, foi encontrado já agonizando pelo namorado, que disse ter pedido ajuda justamente a Gleisson e ouviu que deveria chamar o Samu. Quando o socorro chegou, Matheus já estava morto. Tivo, apontado como mandante da agressão, não se reelegeu para o cargo de vereador no ano passado.