Itatiaia, RJ realiza desobstrução na ETE de Maringá

No último fim de semana, a Prefeitura, por meio das Secretarias de Meio Ambiente e de Obras e Serviços Públicos, realizaram um reparo emergencial na ETE – Estação de Tratamento de Esgoto, localizada em Maringá, por causa de um entupimento na tubulação. 

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Vladir Fernandes Sil, equipes se mobilizaram e conseguiram solucionar o problema. 


–  Por causa dos últimos temporais na região, a rede que leva o esgoto para a estação foi assoreando. A terra entra nas galerias e vai entupindo. A bomba estava acionada mas com a tubulação entupida, parou de funcionar. Procuramos diversas alternativas e junto com a secretaria de Obras, trabalhamos incansavelmente para desentupir a rede. No início dessa semana, o trabalho emergencial foi concluído – relatou.

O secretário acrescentou ainda que em parceria com a secretaria de Obras e Serviços Públicos, as manutenções são realizadas periodicamente, com foco em melhorias constantes, mas que é necessário um trabalho a médio prazo para melhorias mais efetivas. Para isso, a secretaria de Meio Ambiente está realizando um amplo estudo para reformar a ETE.


 Segundo o secretário, a estação possui um papel fundamental nas questões ambientais e de saúde pública, uma vez que é responsável por tratar o esgoto de forma correta evitando o lançamento indevido de rejeitos em córregos ou rios. 

– Estamos estudando uma reforma estrutural, ampla, pois temos problemas com a estrutura atual que não tem trazido eficiência. Os problemas estruturais são antigos. É preciso melhoras as passagens pelas galerias, diminuir a quantidade de curvas acentuadas na tubulação para evitar entupimentos, aprimorar a parte elétrica, ampliar a quantidade de bombas de cada elevatória e se possível, instalar geradores na estação – afirmou o secretário, Vladir.