Processos de Lula devem ser enviados para Justiça do DF por decisão do STF

Na semana passada, o plenário já havia rejeitado recurso da PGR que tentava reverter a anulação das condenações do ex-presidente na Justiça Federal do Paraná

Foto: Joka Madruga/Agência PT

O STF (Supremo Tribunal Federal) votou nessa quinta-feira (22) para que os processos respondidos pelo ex-presidente Lula (PT) sejam encaminhados para a Justiça Federal do Distrito Federal.

A maioria se formou durante retomada de julgamento sobre decisão do ministro Fachin que anulou as condenações de Lula na Justiça Federal do Paraná, na Operação Lava Jato. Na semana passada, o plenário já havia rejeitado recurso da PGR (Procuradoria-Geral da República) que tentava reverter a anulação.

Na retomada, os ministros decidiram definir que os processos devem ficar no DF e não em São Paulo, local em que supostamente teriam ocorrido os crimes. Fachin votou pelo DF e já havia sido acompanhado dos ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Dias Toffoli, Cármen Lúcia e Gilmar Mendes.

Em outro processo, a defesa do ex-presidente busca evitar que a decisão de Fachin faça a extinção de outras ações relativas ao caso, entre as quais a que resultou na declaração de parcialidade do ex-juiz Sergio Moro ao julgar o processo de Lula.