Turista é perseguida por furar barreira sanitária após testar positivo para Covid em São Sebastião

Uma turista de Campinas foi perseguida pela Guarda Civil Municipal de São Sebastião por furar o bloqueio sanitário após testar positivo para Covid-19 nesta quinta-feira (1º). A barreira é uma ação adotada pela prefeitura no Litoral Norte para evitar a entrada de turistas no período de feriado estendido na capital e outras cidades.

De acordo com a administração municipal, a mulher de 58 anos furou o bloqueio, em Boraceia na costa sul, após constatar que o teste rápido dela havia dado positivo para coronavírus.

A GCM iniciou uma perseguição e o carro dela foi interceptado cerca de um quilômetro depois. Ela foi conduzida de volta à cidade de origem.

Barreiras

Na sexta-feira (26) o bloqueio sanitário para evitar ida de turistas chegou a registrar filas de até 2h. Ela chegou a ser suspensa no sábado, mas foi retomada no domingo (28).

Além da ação na Rio-Santos, São Sebastião a prefeitura instalou bloqueios com tapumes de metal e madeira no acesso às praias, que só podem ser usadas para práticas de esportes individuais. Das 100 colocadas, 50 foram vandalizadas. Os bloqueios de acesso às praias foram reinstalados.