Prefeitura de Cruzeiro, SP decretará calamidade financeira, segundo Rafic

O prefeito de Cruzeiro, Rafic Zake Simão (PMDB) pelo motivo do caos nas finanças do município deverá decretar calamidade financeira nas próximas horas.

A declaração está sendo confeccionada pelo setor jurídico da prefeitura e deverá ser anunciado pelo prefeito, por causa da situação é caótica mediante aos atrasos de pagamentos de funcionários, comissionados e contratados, herança da ex-prefeita Ana Karin de Andrade.

O decreto de calamidade financeira acontece para justificar a falta de dinheiro e priorizar o pagamento, mantendo os serviços básicos, obrigados por lei.

Com isso as empresas que prestam serviço para Prefeitura de Cruzeiro poderão não receber o dinheiro atrasados da gestão de Ana Karin. “Ela acabou com a cidade”, disse Rafic a nossa reportagem.

Mesmo assim Simão, está se esforçando para regularizar ao menos os vencimentos dos funcionários (salário e benefícios).

Todos os problemas financeiros foi gerado pela má administração de Ana Karin e seus subalternos. Sendo Ana Karin a primeira mulher a administrar a cidade, ela também foi a responsável pela calamidade financeira. As 19h00 de hoje (06) o prefeito Rafic Simão fará uma coletiva em seu gabinete anunciando a decisão do decreto.

Foto: Divulgação

Um comentário em “Prefeitura de Cruzeiro, SP decretará calamidade financeira, segundo Rafic

  • 8 de dezembro de 2016 em 05:42
    Permalink

    penso que não adianta ele agora vir á publico fazer papel de mocinho salvador da pátria. pois durante muito tempo ele foi vice dela. também penso que todos que estavam la, vereadores, assessores, e todos que á ajudavam á governar, são coniventes , e tem muita culpa também. é muito difícil imaginar um governante fazer tantas falcatruas , praticar tantos desmandos e todos á sua volta não ficarem sabendo! e não tomarem providências para coibir tais atos, portanto , resumindo, todos são culpados e devem serem investigados e punidos. só assim, nós cidadãos e pagadores de impostos voltaremos a acreditar novamente na politica do nosso brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.