Mulher diz ter sido agredida por seguranças de boate em Volta Redonda, RJ

Marianna Amorim fez um post em seu perfil em uma rede social denunciando ter sido agredida por seguranças da boate Black Jack, localizada no Aterrado, em Volta Redonda. Marianna disse que o caso ocorreu em um evento que começou no sábado e entrou pela madrugada de domingo. Os donos da boate negam e dizem que a mulher se envolveu em uma briga com outros frequentadores.

A mulher, que postou também uma foto com hematomas no rosto, afirmou que o motivo da confusão foi um pedido de nota já no final do evento, após a conta ser quitada.

“Pessoal, como muitos estão me mandando mensagem, vou esclarecer algumas coisas. Ontem fui ao black jack (sic), que é uma casa noturna em Volta Redonda, me deram um valor total da conta, eu paguei, mas pedi pra ver a nota. Aí começaram a enrolação, daquele jeito, que só quem já foi lesado pela falta de nota do Black Jack sabe. Um garçom da casa me chamou no canto e disse pra não ter confusão era pra eu ir embora sem pegar a nota fiscal. Beleza, eu fui embora, sem falar nada. Só sai, já tinha pago, saí, liguei pro táxi e estava caminhando na direção do combinado com o taxista, quando um homem (se diz homem) veio na nossa direção (eu e Pedro) xingando a gente, e começou a brigar com o Pedro, juntando mais uns 4 seguranças da casa”, contou, para seguir adiante:

– Eu entrei no meio pra ajudar, e eles me bateram, arrancaram meu cabelo, me segurando pelo pescoço no chão, me deram muitos chutes, um deles me dava muitos socos na cabeça. Seguraram o Pedro virado pra mim enquanto me batiam, rasgaram minha blusa, eu estava sem sutiã, fiquei no chão, toda machucada, com os peitos totalmente de fora, depois que me soltaram, um deles me pediu desculpa e falou assim: se você tivesse ido embora não precisava disso. Esse mesmo é PM aqui na cidade – contou.

Marianna disse também que teve de enfrentar uma volta para casa constrangedora: “Tive que voltar pra casa sem blusa, com o rosto totalmente inchado e lotado de hematomas. Chegando em casa mandei mensagem para todos os sócios da casa, e não obtive resposta de ninguém. Escrevi na página deles e nada. Então é isso. Eu não fiz nada, apenas pedi a nota pra saber o que estava pagando, e vendo que eles não estavam gostando muito, eu fui embora, sem minha nota e com a conta paga. E mesmo que eu tivesse feito alguma coisa, quebrado o Black Jack inteiro, nada justifica o que fizeram comigo. Foi o maior constrangimento da minha vida, não estou sentindo dor física, estou muito abalada, só consigo ver a cara de um (específico) que ficava me chamando de demônio e me dando soco na cara. Obrigada a todos que estão preocupados, já tomei as providências necessárias, agora é só esperar”.

Nota

A reportagem conversou na noite deste domingo com o dono da boate Black Jack, Fabricio Dias de Souza, e segundo ele é um absurdo a forma como essa versão viralizou na internet.

– É mentira essa história da Marianna. É um absurdo o que ela está falando. A boate não se recusou em momento algum em dar o cupom fiscal a ela, já que isso é direto do cliente. Vamos entrar com uma ação judicial contra essa Marianna – disse Fabricio, acrescentando que tiveram outras pessoas envolvidas na briga e que irão depor e contar a verdade.

Segundo ele, esse mesmo casal já se envolveu em outra confusão no passado, também na boate.

– As câmeras serão analisadas pela equipe de segurança. Sabemos que quem agrediu a Marianna foi uma outra mulher que estava envolvida na briga. Quero deixar claro que quem brigou foram clientes e os seguranças foram apartar a briga. Em momento algum nenhum segurança, feminino ou masculino, agrediu a Marianna – concluiu.

 

Foto: Reprodução/Facebook

 

 

2 comentários em “Mulher diz ter sido agredida por seguranças de boate em Volta Redonda, RJ

  • 14 de julho de 2019 em 17:36
    Permalink

    ola, temos muitas garotas cadastradas e muito lindas ,todas bem sigilosas e lindos temos muitas parcerias.
    Acompanhantes Porto Alegre

  • 6 de agosto de 2019 em 11:11
    Permalink

    AC: PROPRIETÁRIO DA EMPRESA

    BOM DIA, meu nome é ALEX, acessei o site de sua empresa e achei muito bom.

    Sou consultor de marketing , formado pela Fundação Getúlio Vargas e gostaria de realizar a divulgação da sua empresa no Google.

    – Cadastro sua empresa em mais de 2.500 buscadores rastreados pelo Google por apenas R$ 99,00

    – Investimento é único, pode ser pago após a realização dos cadastros e recebimento do relatório completo com confirmação de todos os sites cadastrados e não há nenhum custo adicional.

    Para contratar o serviço, basta enviar um OK para o e-mail:

    silveira.empresas@gmail.com

    Prazo de conclusão: 5 dias úteis.

    Atenciosamente
    Alex Silveira
    SEO Marketing
    Project manager
    Whatsapp: (11)93023-3135

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.