Professor de escolinha de futebol acusado de pedofilia é preso em São José dos Campos, SP

Felipe Kyoshy – Um homem acusado de pedofilia, que tinha mandado de prisão preventiva expedido pela Polícia Civil de São José dos Campos e estava foragido, foi preso na cidade de Afogados da Ingazeira, em Pernambuco.

Thiago Alexandre de Lima, conhecido também como Fox, era professor de duas escolinhas de futebol em São José dos Campos –uma no Residencial União, na zona sul, e outra no Jardim Paulista, na região central.

Segundo informações da DDM (Delegacia da Defesa da Mulher), o técnico de futebol foi investigado em três inquéritos instaurados. Em dois deles foi acusado aliciar, assediar, instigar ou constranger crianças (artigo 241-D do Estatuto da Criança e do Adolescente) e, no terceiro, pela acusação de estupro de vulnerável (artigo 217). Caso seja condenado, a pena prevista pode variar entre oito a 15 anos de prisão.

De acordo com a polícia, a primeira denúncia partiu do pai de uma das vítimas, que registrou Boletim de Ocorrência contra o técnico. Ele teria desconfiado de uma camisa dada pelo instrutor ao seu filho. Além disso, segundo informações fornecidas pelo pai à polícia, ele também convidava a criança para ir em sua casa, com frequência.

Quando começaram as investigações, apareceram outros casos. Os casos teriam ocorrido entre março e abril. Foram instaurados três inquéritos mas a polícia acredita que o número de vítimas pode ser ainda maior –pelo menos, cinco vítimas.

Além de dar presentes às crianças, o homem também aliciava as vítimas, que tinham idade entre 10 e 12 anos, por WhatsApp. Por conta de todos os fatos apurados, foi expedido um mandado de prisão contra ele, no dia 8 de maio.

Segundo a polícia, o pai mostrou uma conversa que o filho teve com o homem. O instrutor foi intimado por várias vezes, mas só apareceu uma vez à delegacia, com advogado.

O acusado está preso na Cadeia Pública de Afogados mas deve ser transferido para a cidade, já que cometeu os crimes aqui e deverá ser julgado em São José.  A polícia ainda não tem previsão de quando ocorrerá a transferência.

Thiago foi preso no alojamento do time Bangu Futebol Clube de Afogados de Ingazeira, onde estava trabalhando como treinador de futebol de um grupo de adolescentes

 

Foto: Divulgação/Polícia Cilvil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.