Polícia investiga morte de jovem após queda de escadaria em Campos do Jordão, SP

A Polícia Civil fez nesta terça-feira (19) a reconstitução da morte de uma jovem de 21 anos que caiu da escadaria de uma casa em Campos do Jordão (SP). O crime foi no dia 20 de junho. Um jovem foi preso suspeito de estar envolvido no suposto crime.

De acordo com a Polícia Civil, a estudante Andressa Souza participou de uma festa e depois foi para a casa de um jovem no bairro Vila Nadir. Na entrada do imóvel há uma escadaria de madeira e terra, de aproximadamente seis metros de altura, local de onde ela caiu.

“A versão dada pelo rapaz é que eles chegaram e estavam dormindo, quando ela falou que tinha que ir para casa. Ele continou dormindo e só depois ficou sabendo que ela tinha escorregado e morrido. Mas os vizinhos contam que ouviram gritos antes da queda”, afirmou o delegado responsável pelo caso, Luiz Geraldo Ferreira.

Para a mãe da vítima, Dalessandra Souza, a morte não foi um acidente. “Foi um homicídio. Ela era muito tranquila, conheceu esse rapaz há quatro anos, mas ele só vinha para a cidade em temporada para vender bilhete de loteria. Ele a chamou para a festa e ela foi, não era um grupo que ela não conhecia, tinha 15 homens e cinco mulheres na festa. Acredito que ela foi levada a força para a casa e ele não teria conseguido fazer isso sozinho. Tem mais gente envolvida”, afirmou.

Com a reconstituição, a polícia busca elementos que confirmem se a jovem escorregou ou se foi empurrada. Inicialmente, a perícia aponta que para ela ter caído no local precisaria ou estar correndo ou ter sido empurrada.

“Outro fator estranho é que a bolsa dela foi encontrada no local da festa e o celular na casa do rapaz. É estranho ela não estar com o celular, que é um objeto pessoal. O rapaz está preso temporariamente, mas podemos prorrogar até concluir o inquérito. Ele nega a participação”, completou o delegado.

O laudo do IML deve sair nesta quinta-feira (19) e também deverá ajudar a esclarecer detalhes da morte. Ainda não há prazo para o inquérito ser concluído.

 

Foto: Reprodução/Facebook

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.