Polícia investiga morte suspeita por uso de anabolizantes em Jacareí

A Polícia Civil investiga a relação do uso de anabolizantes na morte de um engenheiro químico de 28 anos que sofreu infarto fulminante nesta segunda-feira (7), no Jardim das Indústrias, em Jacareí. Investigação aguarda resultado do laudo do IML (Instituto Médico Legal) sobre as causas da morte.

De acordo com a polícia, o pai acionou a equipe de resgate, mas o jovem não resistiu e morreu antes do atendimento, sendo acionada a equipe policial ao local.

Durante a perícia no quarto da vítima, foram encontrados frascos com rótulos de substâncias anabolizantes e seringas, produtos comuns de uso para pessoas em busca de melhores resultados físicos, de acordo com a equipe de investigação.

Todo o material apreendido será enviado para análise, como as mostrar de sangue retiradas da vítima. A polícia busca com os resultados dos testes clínicos confirmarem se existia substância no corpo, qual está previsto para ser entregue em até 30 dias.

O pai do jovem registrou um boletim de ocorrência e prestou depoimento à Polícia Civil, confirmando que o filho havia começado há pouco tempo a frequentar a academia de musculação e teria ganho rapidamente massa muscular, levantando suspeita do uso de substâncias proibidas.

A investigação apontou que o jovem era aluno de uma academia que teve o proprietário preso com anabolizantes contrabandeados do Paraguai e sem registro da Anvisa, no valor de R$ 100 mil, em outubro do ano anterior. O homem segue preso.

O jovem de 28 anos foi cremado na tarde de terça-feira (9) em um cemitério particular em São José dos Campos.

 

Foto: Reproduação/Google Street View

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.