Vereadores de Lavrinhas, SP amarelaram: Base aliada de Sérgio Ruggeri reconhece erro de Secretário de Transportes mas não aprova abertura de CEI

Na última quarta-feira, dia 06 de setembro, a cidade de Lavrinhas passou por um dos seus mais tristes e vergonhosos episódios político de sua história.

Como noticiamos na edição anterior, um munícipe protocolou uma denúncia na Câmara Municipal de Lavrinhas contra o Prefeito Sergio Ruggeri e o Secretário de Transportes Fernando de Almeida. Segundo o denunciante, Fernando de Almeida foi flagrado se utilizando de um veículo da prefeitura, um caminhão, para realizar serviços particulares em sua residência, em um domingo. Na ocasião Fernando de Almeida foi flagrado e fotografado se utilizando pessoalmente do caminhão. Segundo o denunciante, ao ser questionado sobre o fato por meio de requerimento, o Prefeito Sergio Ruggeri mentiu, negando por escrito a ocorrência dos fatos e acobertando a conduta ilegal de seu secretário.

Munido dos documentos e fotografias, o denunciante protocolou, na Câmara Municipal de Lavrinhas, um pedido de abertura de CEI para investigação do caso e imediato afastamento de Fernando Almeida até a conclusão das investigações, pois Almeida estaria apagando provas.

Assim, o requerimento de abertura de CEI foi para a votação dos vereadores na última quarta-feira, dia 06 de setembro.

Ao justificarem os seus votos, os vereadores da base do Prefeito (Dominguinhos, Siqueira, Mário Fonseca, Geraldo Eletricista e Cleber) alegaram que reconheciam que o Secretário de Transportes, Sr. Fernando de Almeida, tinha realmente feito uso indevido de bem público, que Almeida não teria agido da forma correta, mas que isso não passava de um PEQUENO ERRO, que por si só não seria suficiente para a abertura de uma CEI. E mais, que a abertura de uma CEI iria travar o município, o que seria mais prejudicial do que o pequeno erro praticado pelo Secretário.

Ao discursar da tribuna, a vereadora Siqueira disse que todas as solicitações e pedidos que faz ao prefeito e seus secretários são atendidos, seja para arrumar ruas, seja para fornecer cestas básicas a pessoas amigas e outros favores, que então não tinha qualquer razão para votar contra a atual administração, que Almeida tinha cometido um erro, mas que errar é humano. Seria uma maldade investigar o prefeito e Almeida.

Já o vereador Dominguinhos, também reafirmou todos os argumentos de Siqueira, acrescentando que essa conduta  de cassar e afastar prefeito não era certo, que essa moda pegasse, ia acontecer com Lavrinhas igual aconteceu em Cruzeiro. Que a cidade de Cruzeiro tinha se transformado em UM LIXO.

Em resumo, apesar dos vereadores terem reconhecido a ILICITUDE da conduta de Fernando Almeida, o que por si só contraria a resposta dada pelo Prefeito Sergio Ruggeri ao requerimento do denunciante (onde o prefeito MENTIU em sua resposta), os vereadores da base jogaram a sujeira debaixo do tapete e votaram CONTRA A  ABERTURA DA CEI.

O interessante, foi que no dia 05 de setembro (um dia antes da votação), o prefeito fez uma reunião com os vereadores da base (Dominguinhos, Siqueira, Mário Fonseca, Geraldo Eletricista e Cleber) e fotografou os vereadores, junto com ele (prefeito) e o Secretário Fernando Almeida, todos recebendo um veiculo usado (foto) que foi doado pela Receita Federal. Essa foto foi divulgada no facebook da prefeitura, onde o prefeito dividiu as glórias da conquista pela doação com todos os vereadores da base (Dominguinhos, Siqueira, Mario Fonseca, Geraldo Eletricista e Cleber).

Mais interessante ainda foi que, segundo nos chegaram informações, também antes da votação, o prefeito mandou retirar os bloquetes daquela famosa rua interditada no bairro do Recanto Feliz (Rua Darci Sodero Horta) e mandou iniciar obras de calçamento, com os mesmos bloquetes (da Rua Darci Sodero Horta), em ruas onde reside(m) vereador(es) da base e abastados comerciantes.

Estaremos investigando essa questão e, se confirmadas, traremos todos os detalhes a nossos leitores, doa a quem doer.

O certo, voltando a questão da votação de indeferimento da CEI (que somente iria investigar os fatos, e não cassar ninguém), foi que ao votarem pela não abertura da CEI os vereadores da base endoçaram e abonaram a conduta de Fernando Almeida em usar indevidamente um bem público e a do prefeito, de acobertar conduta indevida de agente público e de faltar com a verdade em resposta de requerimento feito por munícipe.

Segundo advogados ouvidos pela nossa reportagem, as condutas do prefeito e seu secretário foram ILEGAIS e, ao referendarem o prefeito e sequer investigarem os fatos ou requererem o afastamento provisório do secretário, os vereadores podem também responder na justiça por conivência criminosa (omissão).

Os vereadores Moisés, Naldinho, Ocimara e Marcos Vinícius eram favoráveis a abertura da CEI.

Em nossa opinião, a postura dos vereadores que votaram contra a abertura da CEI, só para investigar os fatos (que seria o mínimo do aceitável), foi incoerente, covarde e SUSPEITA. E mais, apesar dos vereadores antecipadamente reconhecerem a culpa do secretário e contrariarem a versão oficial dada e assinada pelo prefeito, não tiveram NENHUMA VERGONHA em ignorarem os fatos e virarem as costas para a Lei, para povo e para a moral e bons costumes.

Repetimos que iremos investigar os fatos a fundo e, caso descubramos que tenha ocorrido qualquer traço de TROCA DE FAVORES, ou de COMPRA DE VOTOS, traremos a questão e público e faremos denuncia aos órgãos competentes.

Existem indícios de que tem gente se vendendo por bloquete usado e carro velho.

E por último, gostaríamos de deixar claro ao vereador Dominguinhos, de Lavrinhas,  que a cidade de Cruzeiro NÃO é UM LIXO como ele disse.

Acontece que em Cruzeiro, quando um agente público eventualmente faz besteira, ele é investigado e, se apurada culpa, ele é punido.

Em Cruzeiro, apesar de todas as dificuldades, os vereadores NÃO SÃO OMISSOS e coniventes com coisa errada, ou tão pouco fogem das suas responsabilidades. Aos vereadores de Cruzeiro, quando foram exigidos em um passado recente, não lhes faltou CORAGEM. Em Cruzeiro, os vereadores zelam pelo fiel cumprimento da Lei.

Encerrando, sugerimos aos vereadores de Cruzeiro que tomem conhecimento dessa matéria e dos fatos, que entrem com moção de voto de repúdio ao vereador Dominguinhos, de Lavrinhas, pela infeliz atitude e declarações ofensivas a cidade de Cruzeiro.

Respeito é bom e a cidade de Cruzeiro o merece.

 

Matéria Extráida do Jornal A Notícia – Ed. 2112 – 08 de setembro de 2017

Foto: Reprodução/Internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.