Incêndio em Bananal, SP é controlado por megaoperação da SMA

Equipes especializadas fizeram uma força-tarefa, neste domingo (24), para extinguir o incêndio que castiga a Serra da Bocaina e ameaça a Estação Ecológica Bananal há seis dias. Até o momento, aproximadamente 1.200 ha de vegetação queimada na Zona de Amortecimento da EEB. A situação encontra-se sob controle no momento, mas o estado de alerta continua.

Um posto de combate foi montado na Escola Estadual Nogueira Cobra, no centro de Bananal. Dois helicópteros Águia deram apoio aéreo à operação. Em terra, mais de 100 pessoas atuaram na operação de combate às chamas, entre Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Ambiental, Defesas Civis de Bananal, de Taubaté e do Estado, Prefeitura e Câmara Municipal de Bananal, além de funcionários da Estação Ecológica Bananal e Brigada Voluntária da Região. Novos aceiros foram feitos para impedir que o fogo avançasse da zona de amortecimento para dentro da Unidade de Conservação Estadual.

União de esforços

O secretário estadual de Meio Ambiente, Maurício Brusadin, e o diretor executivo da Fundação Florestal, Walter Teschi, sobrevoaram a área e participaram da coordenação dos trabalhos no Comitê de Emergência que foi montado em Bananal, pelo prefeito .

De acordo com o secretário Maurício Brusadin, somente a união de esforços tem possibilitado o controle de tamanha tragédia ambiental.

“Temos passado por momentos difíceis, com incêndios em diversas unidades de conservação estaduais. Quero parabenizar a integração de todos os envolvidos, que juntos estão conseguindo controlar o fogo. Destacamos o esforço das equipes unidas pelo Programa Corta-Fogo, que tem batalhado incansavelmente para proteger as áreas remanescentes de Mata Atlântica e Cerrado do Estado de São Paulo. Convocamos a população para que seja nossa aliada na prevenção, evitando novos focos. Precisamos pensar no ambiente que iremos deixar para as futuras gerações”, destaca o secretário.

Outros incêndios

O Núcleo Santa Virgínia do Parque Estadual Serra do Mar, em São Luiz do Paraitinga, segue em alerta. Um grande incêndio foi debelado neste sábado, 22, depois de dois dias de combate. Estima-se que 112 hectares de Zona de Amortecimento foram queimados, incluindo propriedades particulares da região de Catuçaba.

No Parque Estadual Itaberaba, o fogo também foi controlado após dois dias de combate. A grande extensão afetada foi de plantios de eucaliptos. O fogo se estendeu a uma altitude de 1288m.

NÃO RISQUE O FÓSFORO!

Grande parte dos incêndios que estão acontecendo em diversas Unidades de Conservação do Estado de São Paulo nos últimos dias tem origem criminosa ou irresponsável por parte da população. O clima seco e quente favorece para que pequenos focos se transformem em grandes desastres ambientais e tragédias que afetam também à população.

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente solicita à população que colabore com a prevenção de novos focos e orienta:

-NÃO FAÇA FOGO, PRINCIPALMENTE NAS ÁREAS DE ZONA RURAL PARA LIMPEZA DE LIXO OU PODA;

– NÃO PERMITA QUE CRIANÇAS BRINQUEM COM FOGO;

– NÃO SOLTE BALÕES;

-NÃO JOGUE CIGARRO OU FÓSFOROS PELA JANELA DO CARRO;

– NÃO ACENDA VELAS EM BEIRAS DE ESTRADA OU PRÓXIMO À VEGETAÇÃO;

– FAÇA ACEIROS EM DIVISAS DE PROPRIEDADES RURAIS E PROXIMIDADES DE CERCAS E DIVISAS;

– EM CASO DE INCÊNDIO, MESMO QUE DE PEQUENO PORTE, AVISE ÀS AUTORIDADES. LIGUE 193.

 

Fotos: Divulgação/ SMA

 

Fonte: Portal do Governo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.