PM de Baependi, MG alerta: Avisar sobre pontos de blitz pela redes sociais é crime

Na última Sexta-feira, foi realizada diversas Operações no município de Baependi, dentre elas algumas fiscalizações de trânsito em endereços variados, tendo quase 60 pessoas abordadas, 03 veículos removidos e até mesmo apreensão de drogas.

Porém, apesar de tantos êxitos e pontos positivos, nem todos os cidadãos colaboram com o serviço policial e ainda prejudicam a ação dos militares, que atuam no intuito de garantir uma cidade cada vez mais tranquila aos seus moradores.

Tais cidadãos acabam divulgando os locais onde estão sendo realizadas tais operações, para que os condutores irregulares e infratores evitem trafegar por esses locais, atentando assim, contra a segurança do trânsito e prejudicando a eficácia do serviço policial.

Segundo o Sargento Moura, é importante destacar que quando você informa o ponto de blitz não está só informando às pessoas de bem, mas pode estar avisando alguém que está portando uma arma ilegal, drogas ou produtos de furto, sequestro, etc.

O militar informa que já estão sendo tomadas as medidas cabíveis contra todos os autores de tais publicações nas redes sociais e que este crime prevê pena de reclusão de um a cinco anos, mais multa para o condenado.

Considera-se crime divulgar blitz da mesma forma que considera-se crime avisar traficantes para esconderem as drogas logo antes de os policiais chegarem. Essa é a analogia que deve ser feita para compreender a gravidade desta conduta.

 

Fonte: PMMG/Baependi

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.