Peças restauradas do Museu de Cruzeiro, SP aguardam conclusão de plano museográfico para exposição

O antigo “Solar dos Novaes”, casarão do século XIX, que abriga centenas de peças e obras que contam sobre a memória local, receberá de volta imagens e mobílias de valor histórico.

A Prefeitura de Cruzeiro recuperou as 19 mobílias do acervo do Museu Major Novaes que foram restauradas no Ateliê de Artes e Ofícios Daisy Estrá, em São Paulo, há mais de 30 meses.

A chegada de parte do patrimônio é apenas o primeiro passo para a reinauguração do museu. A abertura da exposição de longa duração, no entanto, depende ainda da concretização do projeto museográfico, já em andamento.

Trata-se do desenvolvimento de uma expografia (formatação da exposição) para que o museu, com espaço para abrigar conteúdo, ideia e forma, seja inaugurado.

Toda a preparação para efetivar a exposição neste espaço de memória tem um custo de R$ 60 mil, recurso não disponível nas contas da prefeitura. Desta forma, a Administração Municipal busca uma parceria com o setor privado para concluir o processo, a fim de que esse espaço de memória local seja definitivamente aberta ao público.

Preservar a memória é dar novo significado à cultura de um povo. Por esta razão, a Prefeitura de Cruzeiro busca vias possíveis para que haveres tão relevantes de sua população ao longo da história desde o seu surgimento sejam cuidados com zelo para que gerações futuras conheçam o passado de seus ancestrais e ajudem a salvaguardar o presente.

Fonte/Fotos: Depto. Comunicação – Assessoria de Imprensa – PMC