Cotidiano

Nesta vida tem louco para tudo. Tem louco para tomar contar do que não é da sua conta. Tem louco para cuidar da vida que não é sua e ainda achar que está corretíssimo em seu raciocínio tão mesquinho, (a benção Cartola!).

Uma mulher (muito legal até) mas preocupada com o seu mundo de whatsapp, me disse que todos os índios devem ser retirados da mata. Pois não é cabível em sua mente em pleno ano de 2017 d.c. alguém viver na mata.

Ela acha que os índios preferem viver nas tribos porque ainda não conhecem as maravilhas deste mundo moderno. Maravilhas? Oi? Alguém me diga aonde elas estão pois eu também quero descobrir. Aliás, do jeito que as coisas estão caminhando, estou quase indo construir minha própria casa no meio do mato. Mas antes vou consultar se o governo já não criou o plano MINHA OCA MINHA VIDA.

Outra dia quando estava na banca do ‘Érwis’ fui abordado por um sujeito perguntando qual era minha intenção de voto para as eleições presidenciais de 2018. Disse que ainda é muito cedo para se preocupar com isto. Ainda não aconteceu ao menos um debate sequer. Em resposta curta e grossa o doido me disse assim:

– Tem que votar no Bolsonaro! Que é para fod*r com tudo logo de uma vez…

Também respondi grosso e curto:

– Porque você não fod* apenas você!

O indivíduo sumiu, mas tenho certeza que o verei por aí em outras bancas.

Pela primeira vez me apresentei no Teatro Capitólio de Cruzeiro. Também, a “loira” deixou o lugar fechado durante suas duas gestões. O concerto foi incrível o a público presente esteve caloroso e acolhedor. Camila deu um show de espetáculo e conseguiu mostrar como que a música soa em seu mais alto nível. A música vem retornando ao cotidiano e em edições futuras poderei contar as maravilhas que ela poderá realizar em nossa cidade e região.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.