Jovem é assassinado com onze tiros no bairro Alto do Cardoso em Pindamonhangaba, SP

Um jovem de 19 anos foi morto a tiros na madrugada desta quinta-feira (16) no bairro Alto do Cardoso em Pindamonhangaba (SP). Um outro rapaz de 20 anos que estava com a vítima fatal também foi baleado.

Segundo a Polícia Militar, o crime foi por volta de 0h15 quando a dupla seguia em um carro pelo bairro Alto do Cardoso e foi abordada pelos criminosos em um outro veículo.

A dupla tentou fugir e dirigiu por alguns metros até parar em um terreno. Na área, eles tentaram fugir a pé, mas foram alvejados.

O jovem de 19 anos levou seis tiros na cabeça, três nas costas e dois na barriga. Já o rapaz que sobreviveu foi baleado com quatro tiros na perna e levado ao pronto-socorro municipal. Após a ação, os criminosos conseguiram fugir.

De acordo com a PM, o jovem morto não tinha passagem criminal, mas a polícia já investigava o envolvimento dele com o tráfico de drogas.

Crimes em série

Essa é ao menos a sétima morte violenta registrada em Pindamonhangaba nos últimos 30 dias. Somente em novembro, é o quinto caso de homicídio ou latrocínio – o que supera o número de mortes registradas em um só mês ao longo de 2017. O mês com mais mortes havia sido em fevereiro, com três vítimas de homicídio e uma de latrocínio.

Entre as mortes violentas em Pinda neste mês estão a de um empresário morto em uma tentativa de assalto. Edison Duarte Junior, de 46 anos, era proprietário de uma corretora de seguros e atuava como diretor financeiro da Associação Atlética Ferroviária. Ele foi morto no dia 4 após ser baleado por um criminoso em uma tentativa de assalto no bairro Vitória Park.

No mesmo dia, uma jovem de 18 anos foi morta a tiros na saída de uma festa. O carro em que ela e o companheiro estavam foi alvejado por diversos disparos. A jovem morreu no local.

Quatro dias depois, um homem de 28 anos foi morto a tiros no Cidade Nova. Ele foi alvejado com sete tiros quando saía de casa e morreu no local. Além desses casos, no dia 10, os policiais encontraram um corpo com marcas de tiros no Rio Paraíba.

 

Foto: Arquivo Pessoal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.