Quase 6 mil detentos do Vale do Paraíba são liberados na saída temporária

Teve inicio hoje (21) a saída temporária de quase 6 mil detentos da região vão ser beneficiados com a saída temporária de Natal e Ano Novo. Os beneficiados cumprem pena no regime semiaberto.

Cerca de 150 presos devem deixar a Penitenciária 2 de Tremembé. Além dele, cerca de 170 detentas da ala do semiaberto da feminina 2 também serão beneficiadas.

Nesta sexta-feira (22) saem os presos da penitenciária feminina 1 de Tremembé, onde estão Suzane von Richthofen, condenada pela morte dos pais; e Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada Isabella Nardoni.

No mesmo dia, cerca de 2 mil internos do presídio Edgard Magalhães Noronha (Pemano) têm direito ao benefício. A saída dos presos começa às 7h. O retorno está previsto entre os dias 3 e 5 de janeiro, de acordo com o calendário de casa unidade.

Segurança

Durante o período da ‘saidinha’, a Polícia Militar vai fazer operações na porta dos presídio, nas proximidades das rodoviárias e nas entradas e saídas das cidades.

No período que estiverem nas ruas, os presos beneficiados pelas saídas têm que respeitar algumas regras, entre elas estão não permanecer na rua após às 22h; não frequentar bares e permanecer na cidade onde declarou para a unidade prisional.

Quem descumprir as regras pode voltar à prisão mais cedo e perder o direito ás próximas saídas

Tornozeleira

Nenhum dos presos liberados na saída temporária deste fim de ano vai usar tornozeleira eletrônica. Desde 2010, esta é a primeira vez que todos os presos do estado com o benefício vão sair para o Natal sem o equipamento.

Em agosto deste ano, a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (SAP) rescindiu o contrato com a empresa que fornecia as tornozeleiras, alegando uma série de falhas. A Synergye entrou com mandado de segurança na Justiça e, com isso, a retomada do contrato está em discussão. Quando o contrato estava válido, o Estado tinha 7 mil tornozeleiras de monitoramento.

 

Foto: Divulgação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.