Servidores Municipais de Guaratinguetá decidem entrar em greve

Cidades – Os servidores municipais de Guaratinguetá entrará em greve há qualquer momento; assim afirmou o Presidente do Sindicato dos Servidores Municipais e Autárquicos de Guaratinguetá.

No dia 09 de Abril de 2016, aconteceu na Praça Conselheiro Rodrigues Alves, uma manifestação pacífica na tentativa de acordo com a prefeitura, porém no último dia 14 de abril de 2016, foi realizada mais uma Assembléia Geral Extraordinária que, aprovou a Greve Geral dos Funcionários da Prefeitura de Guaratinguetá. A Greve que ainda será marcada (deflagrada) pelo Presidente do Sindicato.

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores José Eduardo Ayres. “Para os colegas e munícipes de Guaratinguetá que não sabem, estamos lutando por um SALÁRIO mais digno, recebemos hoje R$788,00 como salário base, houve o reajuste inflacionário para R$880,00 somente a partir do próximo pagamento, e a gestão simplesmente não quer pagar o retroativo.

Lutamos por um vale alimentação melhor, hoje apenas R$200, 00, sendo descontado R$120,00 de alguns servidores, isso é uma vergonha! Detalhe que pelo acordo coletivo deveria haver reajuste anual e não temos DESDE 2013! Então meus caros, se a partir da notificação em 72h esse Sr que acha dono da cidade não se manifestar, nós servidores vamos parar!

Fico imaginando os postos de saúde e AME parado. Lembrando que não são serviços essenciais, como pronto socorro, Samu, coleta de lixo. Infelizmente não serão todos que compreenderão essa luta, mas queremos uma vida mais digna, assim como você!

E essa luta está sendo desde 23 de dezembro de 2015 e o prefeito só ignora, aumentou apenas o auxílio funeral, “servidor bom é servidor morto” pelo visto.” Afirmou o Presidente do Sindicato dos Servidores Municipais.

 

Foto: Facebook Sisemug

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.