Primeira fase da Lava Jato de 2018 tem seis presos

Operação está sendo cumprida no Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina. São 55 mandados de busca e apreensão e 6 de prisão temporária

Ação acontece em quatro Estados brasileiros

Ação acontece em quatro Estados brasileiros

Giuliana Saringer –   A PF (Polícia Federal) deflagrou a 48ª fase da operação Lava Jato na manhã desta quinta-feira (22). A ação está acontecendo simultaneamente no Paraná, Santa Catarina, Rio de Janeiro e São Paulo, mobilizando policiais federais, servidores da Receita Federal e membros do Ministério Público Federal. Estão sendo cumpridos 55 mandados de busca e apreensão e 6 de prisão temporária.

Dentre os investigados estão agentes do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) do Paraná e da Casa Civil do governo do Estado do Paraná.

Policiais estão no Palácio Iguaçu, sede do governo Beto Richa (PSDB), desde às 6h para realizar buscas no gabinete da Casa Civil. Há também buscas no prédio do DER do Paraná, além do DNIT.

A ação tem como foco investigar casos de corrupção ligados aos procedimentos de concessão de rodovias federais no Estado do Paraná que fazem parte do chamado Anel da Integração. Também investigam fraudes a licitações e lavagem de ativos.

Os investigadores encontraram indícios do uso das estruturas de lavagem de dinheiro reveladas na Operação Lava Jato para operacionalizar os recursos ilícitos pagos a agentes públicos, principalmente através dos operadores financeiros Adir Assad e Rodrigo Tacla Duran, investigados na Lava Jato.

A reportagem não conseguiu entrar em contato com as defesas de Assad e Duran.  As ordens judiciais foram determinadas pelo Juízo Titular da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR).

 

Foto: Felipe Rau/ Estadão Conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.