Servidores da educação decidem manter greve em Minas Gerais – A Gazeta

Servidores da educação decidem manter greve em Minas Gerais

Servidores estaduais da educação decidiram, nesta quinta-feira (15), continuar a greve por tempo indeterminado em Minas Gerais.

A decisão foi tomada durante assembleia realizada nesta tarde no pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), no bairro Santo Agostinho, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Cerca de 5 mil pessoas participaram da reunião, de acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE-MG).

A paralisação foi iniciada no dia 8 de março. Segundo o Sind-UTE-MG, entre as reivindicações, estão o pagamento do piso salarial e o fim do parcelamento de salários e 13º. Entretanto, de acordo com a entidade, mesmo após várias reuniões com o governo, não houve propostas sobre as questões.

Depois da reunião, os servidores saíram em passeata pela Rua Rodrigues Caldas. Por volta das 17h30, o trânsito ficou fechado na região e os trabalhadores foram para o Palácio da Liberdade, onde fizeram manifestação.

De lá, o protesto seguiu para a Praça da Estação, onde é feito um ato em homenagem à vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada nesta quarta-feira (14) no Rio de Janeiro.

Nesta manhã, os servidores já haviam feito uma manifestação em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Por meio de nota, Secretaria de Estado de Educação (SEE) disse que se reuniu diversas vezes nas últimas semanas com os representantes dos trabalhadores da educação.

Segundo a pasta, em reunião realizada no dia 8, o governo assumiu o compromisso de pagar em oito parcelas o saldo da correção do Piso Nacional de 2016, referente aos meses de janeiro a março de 2016, a partir de abril de 2018 e de retomar as nomeações de novos servidores, até o total de 60 mil. Também reafirmou o compromisso com a implantação do Piso Nacional do Magistério.

Foto: Lidyane Ponciano/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.