Vereador de Paraty, RJ, é preso por porte ilegal de arma de fogo, diz PM

O vereador de Paraty, Paulo Sérgio Conceição dos Santos (Solidariedade) foi preso por porte ilegal de arma de fogo no fim da noite de domingo (25). Segundo a Polícia Militar (PM), na ocorrência foi apreendida uma pistola calibre 380.

Ainda de acordo com a PM, agentes foram ao bairro Mangueira checar uma denúncia sobre disparos de arma de fogo. Chegando ao local, foram informados por populares que “possíveis vítimas haviam sido socorridas na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Paraty”.

A equipe, então, foi até a UPA, no bairro Pontal, onde chegou também o vereador Paulo Sérgio querendo saber informações sobre um adolescente que havia sido baleado.

Em seguida, um outro menor que estava com o político pediu ajuda a um dos policiais para apagar os faróis e fechar o carro em que eles chegaram. A PM informou que, neste momento, o agente encontrou a pistola calibre 380 debaixo do banco do motorista.

Ainda de acordo com a PM, o vereador foi perguntado sobre a arma e confessou que era dele. Ele foi conduzido à 167ª Delegacia de Polícia (Paraty), onde o caso foi registrado.

O político foi autuado por porte ilegal de arma de fogo de calibre permitido, mas pagou fiança e vai responder em liberdade. A PM informou também que ele não estava envolvido com os tiros disparados no bairro Mangueiro.

A reportagem ligou para o gabinete de Paulo Sérgio na Câmara Municipal de Paraty, mas a primeira ligação foi interrompida e outras não foram atendidas.

O adolescente baleado, que deu entrada na UPA, acabou morrendo. Até a publicação desta reportagem, não havia informações sobre em que circunstâncias ele foi baleado.

 

Foto: Polícia Militar/Divulgação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.