Prédios da Avenida Paulista e do Centro de SP são esvaziados após relatos de tremores – A Gazeta

Prédios da Avenida Paulista e do Centro de SP são esvaziados após relatos de tremores

Tremor de 6,8 na Bolívia é sentido em SP, DF, PR e RS

Tremor de 6,8 na Bolívia é sentido em SP, DF, PR e RS

Prédios na região da Avenida Paulista e do Centro de São Paulo foram esvaziados na manhã desta segunda-feira (2) após relatos de tremores. No Distrito Federal, também houve tremores. Um terremoto de 6,8 graus foi registrado na Bolívia.

O Prédio da Petrobras e da Gazeta, no número 901 e 900 da Avenida Paulista, respectivamente, foram esvaziados e o do Ministério Público na rua Riachuelo, no Centro, também.

O técnico de telecomunicações Cristiano Ferreira da Silva, 44, trabalhava no número 900 da Avenida Paulista quando sentiu o tremor.

Prédios são esvaziados na Avenida Paulista (Foto: Anderson Colombo/TV Globo )

Prédios são esvaziados na Avenida Paulista (Foto: Anderson Colombo)

 

“Estávamos no 13º do prédio e, a princípio, achei que estava passando mal. Parecia que estava meio bebâdo. Perguntei para os outros, e eles também disseram que sentiram o balanço”, contou Ferreira.

Nadilza, aluna da Faculdade Anhembi Morumbi, no Centro, afirmou que após o tremor no prédio os “alunos desceram correndo”.

Moradores da Zona Oeste da capital e funcionários da USP, no Butantã, também relatam que precisaram deixar os prédios em que estavam por causa de tremores.

Segundo orientações do Corpo de Bombeiros, em casos de tremor, deve-se evacuar os prédios pelas escadas de emergência. Na sequência, acionar a brigada de incêndio para auxiliar. O prédio deve ficar esvaziado até a “checagem da edificação”.

Pessoas deixam prédios na Paulista (Foto: Rafael Alcadipani/Arquivo Pessoal )

Pessoas deixam prédios na Paulista (Foto: Rafael Alcadipani/Arquivo Pessoal )

Prédios esvaziados na Avenida Paulista (Foto: Thiago Carvalho/ Arquivo pessoal )

Prédios esvaziados na Avenida Paulista (Foto: Thiago Carvalho/ Arquivo pessoal )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.