Suspeito de matar homem a pauladas em Peçanha é preso na Grande BH

Um suspeito de matar um homem a pauladas em Peçanha, no Vale do Rio Doce, foi apresentado pela Polícia Civil, nesta terça-feira (3), em Belo Horizonte. Deivison Brito da Silva, de 19 anos, foi preso no último dia 26, em Contagem, na Região Metropolitana.

De acordo com as investigações, o rapaz teria assassinado o motorista de escolar Manoel de Miranda Neto, de 61 anos, no dia 4 de março. O corpo foi encontrado em uma estrada da zona rural de Peçanha, com o rosto completamente desfigurado.

Conforme a polícia, o suspeito e a vítima se conheciam. “No dia do crime, eles estavam em um bar da zona rural. Chovia muito. Então, eles passaram o dia inteiro nesse bar, estavam bebendo e jogando baralho, apostando a quantia de R$ 5”, disse a delega Fernanda Dourado.

À polícia, o rapaz confessou crime. Segundo a delegada, Deivison alegou que Manoel teria zombado dele, “falando que se ele não tinha dinheiro para jogar que não apostasse”. Entretanto, de acordo com Fernanda, nenhuma pessoa que estava no bar presenciou nenhuma briga entre os dois.

“Por volta das 22h, o autor foi embora e esperou a vítima no alto da serra, no caminho que ele fazia para sua residência. Passados 20, 30 minutos, a vítima foi embora também na sua motocicleta. Ambos estavam em motos. Chegando no alto da serra, o autor, que estava escondido, deu uma paulada na vítima, a qual caiu e tentou fugir. Passou por debaixo da cerca de arame, vindo a se machucar muito e foi ribanceira abaixo, uns 19 metros da estrada. E o autor, com muita fúria, foi atrás da vítima, e deu várias pauladas no rosto dela, desfigurando completamente”, contou a delegada. Deivison ainda teria roubado a quantia de R$ 1,5 mil, que estavam no bolso de Manoel.

Depois do crime, segundo a polícia, o rapaz avisou um primo que teria dado pauladas em Manoel e fugiu para casa de parentes, na Grande BH.

De acordo com Fernanda, o suspeito seguia a vida normalmente, inclusive usando redes sociais. Foi a partir de posts com parentes e amigos que a polícia conseguiu localizá-lo.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.