Obra de recuperação e restauração da Estrada do Parque de Itatiaia, RJ será concluída em breve – A Gazeta

Obra de recuperação e restauração da Estrada do Parque de Itatiaia, RJ será concluída em breve

A cada etapa de obra concluída, a BR-485 (Estrada do Parque Nacional) fica mais distante do título de pior estrada do Rio de Janeiro. E em pouco tempo, o serviço de recuperação e restauração será concluído. Quem passa pela via já pode perceber que a obra está a todo vapor.

A terceira e última fase das obras abrange a área urbana que vai desde a entrada da cidade (em frente à rodoviária) até a Ponte do Conora. A obra está sendo realizada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), e é fruto de uma mobilização da Prefeitura com o órgão. O serviço faz parte de um Contrato de Restauração e Manutenção Desenvolvido a partir do Programa de Restauração e Descentralização de Rodovias Federais.

Segundo o Prefeito Eduardo Guedes, a obra foi muito esperada e almejada por grande parte da população que, direta ou indiretamente, transita pela via.

– Só tenho agradecer ao DNIT, ao deputado Simão Sessin e ao ministro do Transporte pelo esforço em realizar essa obra tão importante para os moradores da nossa cidade. É uma obra que tem uma importância turística. Não tenho nenhuma dúvida que essa obra tem reflexos no dia a dia do morador, possibilitando aos freqüentadores do Parque Nacional irem sem maiores danos aos turistas e morador. Nossa Câmara (de Vereadores) também faz parte dessa conquista por colaborar com esse trabalho – declara o Prefeito Eduardo Guedes.

O serviço, que teve início em setembro, abrange a drenagem, o recapeamento  e um novo asfalto ,além  do processo de manutenção e conservação da via. A obra foi divida em três etapas: a primeira foi realizada entre a ponte do Conora e a portaria do Parque, a segunda, dentro do Parque Nacional e a terceira está acontecendo na área urbana.

A estrada estava sem manutenção há anos e chegou a ser apontada em uma pesquisa feita pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) como a pior do estado do Rio de Janeiro.

Por Gabriela Ferreira – PMI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.