Acusado de matar jovem na noite do réveillon de 2016 é condenado a 22 anos de prisão em Lambari, MG

O homem acusado de matar uma jovem em dezembro de 2015 foi condenado a 22 anos de prisão em Lambari, nesta quarta-feira (16). Ele respondia na Justiça por homicídio e ocultação de cadáver de Amanda Almeida, de 21 anos, que desapareceu antes do réveillon, em 31 de dezembro de 2015, em Jesuânia. O corpo dela foi encontrado três dias depois, na zona rural de Cristina.

A sentença foi proferida ao final do júri popular que começou às 13h desta quarta, no fórum de Lambari. O acusado havia se entregado à Polícia Civil no dia 23 de janeiro de 2016, mas nunca confessou o crime.

Por determinação da Justiça, a pena será cumprida em regime fechado no presídio de Três Corações. A defesa do réu recorreu à sentença ao final do julgamento. Segundo o advogado de defesa, o promotor teria feito referência ao silêncio do acusado, o que é proibido por lei.

 Foto: Arquivo Família

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.