Decretada prisão de ex-marido de advogada executada a tiros; corpo será enterrado no Portal da Saudade em Volta Redonda, RJ

Segundo informações da polícia, ex-marido seria o mandante, e um primo dele, o autor dos tiros; corpo da vítima deve ser enterrado ainda hoje no Portal da Saudade



Imagens da câmera de segurança de um shopping mostram Paulo Maurício dirigindo carro que seguia vítima (Foto: Reprodução)

Pedro Paulo Junior é suspeito de ter envolvimento na execução da ex-mulher (foto: Redes Sociais)

 

A Justiça decretou a prisão de Pedro Paulo Junior, ex-marido da advogada e corretora de imóveis Karina Garofalo, de 44 anos, executada a tiros nesta quarta-feira, dia 15, na Barra da Tijuca, no Rio.

Agentes da Polícia Civil divulgaram agora há pouco que Pedro Paulo deve se apresentar com o advogado para prestar depoimento nesta quinta-feira (16) na Divisão de Homicídios, na Barra da Tijuca.

O casal estava separado há cinco anos. Ainda segundo informações da Delegacia de Homicídios do Rio,  ele é suspeito de envolvimento no crime.

O ex-marido é o pai do adolescente de 13 anos que viu o crime, ocorrido por volta das 14 horas, quando ela e o filho caminhavam próximo ao condomínio.

O primo do do ex-marido, Paulo Maurício Barros Pereira, teria sito o autor dos disparos.

Já existe um mandado de prisão contra ele, que também está sendo procurado pela polícia.

acordo com as investigações, o primo foi flagrado pelas câmeras de segurança de um shopping do Rio seguindo a mulher antes da execução.

Um vídeo gravado por câmeras de segurança mostra o momento em que um homem encapuzado atravessa a rua e dispara contra Karina, que cai na calçada. O filho estava com ela e presenciou o crime. As imagens serviram para a polícia esclarecer o assassinato.  Segundo informações da Polícia Civil,  o carro usado pelo autor dos disparos foi abandonado há cerca de um quilômetro do crime.

Paulo Maurício Barros Pereira, mora no bairro Niterói, em Volta Redonda. Seu pai, o tio de Pedro Paulo De Barros Junior, morreu assassinado. Depois a mãe de Paulo Maurício também foi assassinada. Paulo Mauricio já respondeu processo por homicídio em outro caso no passado e na época foi preso.

De Volta Redonda 

Karina é filha do empresário Pepe Garofalo, que foi dono da distribuidora de jornais de Volta Redonda, e atuava como corretora de imóveis no Rio.

De acordo com a polícia, a mulher  foi assassinada quando caminhava em frente ao condomínio Sunprime com o filho, de 13 anos. A criança nada sofreu no atentado. Um homem encapuzado desceu de um carro – que seria um Renault preto – e fez vários disparos contra a mulher. Testemunhas disseram que o assassino se aproximou da vítima por trás e usou uma espécie de silenciador na arma para praticar o crime.

Ela deixou também uma filha de 18 anos, irmã do menino de 13 anos que viu o crime.

Enterro

O corpo de Karina deve ser sepultado ainda hoje no Cemitério Portal da Saudade. Ainda não há previsão do horário, pois familiares aguardam a liberação no Instituto Médico Legal (IML) do Centro do Rio.

Karina foi executada a tiros na Barra da Tijuca, no Rio (foto: Redes Sociais)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.